Amado(a), é preferível ser um bom samaritano que um mal cristão. O que adianta bater no peito e dizer sou cristão e não amar! É preferível ser um Simão de Cirene e ajudar os irmãos a carregarem sua cruz do que ser um Pilatos e colocar cruz nas costas dos outros!!!!
23
ABR

Fogo que se alastra.

O fogo se alastrou e Juninho deu um importante passo no Ministério: a fundação da Comunidade Ide.

          No livro do evangelista Lucas, capítulo 12, versiculo 49, Jesus diz que veio "lançar fogo à terra". Esse fogo é o poder do Espírito Santo, que em Pestecostes fez com que os primeiros seguidores de Jesus vencessem o medo e se lançassem à evangelização; é a força que levou o então cavaleiro Francisco a revolucionar a cidade de Assis e reconstruir a Igreja Católica; é a inspiração que fez a glória de Deus brilhar na face de Santa Tereza; é a trovoada que levantou Juninho, um jovem que até então nunca tinha tido contato íntimo com o Criador, para uma caminhada na Renovação Carismática Católica.

          A trombada com Jesus deixou o jovem com sede do amor que vem do alto. Começou a ler a Bíblia todos os dias, a passar horas com os joelhos dobrados em oração e a ouvir pregações. Viu nascer no peito o sonho de se tornar um pregador e gritar ao microfone para quem pudesse ouvir, que Jesus Cristo é o homem do fogo, que cura e liberta, e que se permite apalpar e amar. Assim, todo derramado de amor, Juninho começou a reunir pessoas dentro de casa para orarem. Cerca de 50 amigos e conhecidos se espremiam nos cômodos, na companhia dos pais do jovem convertido. "Eles continuavam a beber, mas eu estava diferente. Eu estava livre em Jesus", frisa. "Uma noite senti no meu coração a vontade de pregar no grupo. Olhei para o meu pai, para aquele que sempre foi meu herói, e disse "Pai, Jesus te ama". "Aquilo o tocou tanto que ele começou a chorar. Naquele momento vi uma cena que nunca tinha visto antes. Ele deu um abraço e um beijo na minha mãe. Ali foi plantada uma sementinha de Deus no coração dele." Essa sementinha foi crescendo e floresceu alguns anos depois, no dia em que o homem se encontrava no leito de morte. Pouco antes de falecer, o pai de Juninho se confessou e recebeu Jesus sacramentado na Eucaristia. "Tudo aconteceu no dia do aniversário dele. Foi o presente de Deus para aquele homem que sofreu tanto nessa vida."
          De fato, a caminhada espiritual de Juninho nunca foi solitária. Começou a conviver com muitos homens de Deus e a dividir sonhos com eles. Buscava a unção para o seu Ministério, queria que o fogo queimasse garganta, boca, voz, tudo para proclamar as verdades de Deus com poder. Naquele momento já pregava nos grupos de oração de São José dos Campos, e parte dos 800 mil habitantes do município já tinham ouvido que Jesus é Aquele que incendeia. Nessas idas e vindas, acabou topando com um cristão chamado Carlinhos Costa, que tem um ministéro de cura muito forte no Interior de São Paulo. "Eu colei nesse homem", brinca Juninho. "Eu queria a unção dele, precisava descobrir o segredo que ele tinha. Esse homem é um profeta, e eu queria ser como ele."
          De tanto insistir, Carlinhos um dia confidenciou que contaria o segredo de tanta unção. Juninho vibrou. "Ele me levou até o sacrário de uma igreja. Ali, sentou-se em um banquinho e disse para eu me ajoelhar e a rezar", relata. O jovem pregador obedeceu, e começou a clamar por unção e fogo no Ministério. Os minutos se passaram e os joelhos começaram a doer. O cansaço apareceu. Juninho deu uma espiada para ver o que Carlinhos fazia e, com qual surpresa, viu que ele permanecia sentado, só a observar a cena. Passaram-se os minutos e as horas. As pernas cederam ao cansaço. "Me virei para trás e perguntei para o Carlinhos Costa por qual motivo ele tinha me levado ali. Eu queria era saber o segredo da unção dele, só isso." Tranquilo, o profeta exclamou, com tom de obviedade na voz: o segredo é confiar em Jesus. Os milagres iriam acontecer quando Juninho parasse de olhar para Costa e se fixasse em Cristo. "Hoje eu digo: se você conhecer um homem de Deus, cole nele, aprenda com ele, mas mantenha os olhos firmes em Jesus. Nós olhamos para tantas coisas, para tantos modelos, e não olhamos para o modelo principal que é Jesus. Ele está aqui agora. Ele é real, grande, forte, e se você acreditar, Ele vai agir na sua história. Jesus é a pessoa mais importante na minha vida. Eu tenho certeza absoluta da existência de Jesus." O fogo se alastrou, e Juninho deu um importante passo no Ministério: a fundação da Comunidade Ide.

Entrevistado: Juninho

Escrita: Rebeca Ribeiro Mansfield - Jornalista

17
ABR

Testemunho do Juninho.

Existe um fogo que cura. Varre-nos e queima aquilo que mais dói.

         

          Existe um fogo que cura. Ele é a força que rasga a nossa alma, acessa aquele cantinho que ninguém conhece, e endireita o que está errado. Varre-nos e queima aquilo que mais dói. É fogo poderoso que um dia, sem aviso prévio, agiu na vida de um jovem de 19 anos, lá no Brasil.

          Era um menino tímido, que tinha dificuldade em se relacionar. As lágrimas dele começaram a rolar muito cedo, ainda na infância, quando aos sete anos de vida foi abusado sexualmente por duas mulheres. A violência se repetiu nos dias seguintes, e nos anos vindouros também. Aos oito foi vítima de atentado violento ao pudor. Não conseguia ver o pai sóbrio um dia sequer: o homem, alcoólatra, às vezes caía pelas ruas, e era chamado de "pinguço" pelos vizinhos que dividiam vida e dores em um bairro violento na cidade de São Paulo. Presenciava brigas diárias em casa, daquelas em que os pais enfrentavam um ao outro sem medo. Viu a mãe dar três facadas nas costas do marido em um momento de desespero. Ao menino restava se calar na própria angústia e engolir o sofrimento a seco, até o dia em que o fogo o tomou.
          Jesus olhou para aquele coraçãozinho ferido e deu um basta. Mais que isso: tomou aquele menino para Si, e fez dele um servo fiel, discípulo da Palavra de Deus, escritor, pregador internacional e fundador da Missão Ide. José Moreira Guedes Filho, mais conhecido como Juninho, renasceu assim, nos braços incendiados do Senhor. "Jesus tocou na minha alma de uma forma que nenhum homem ou mulher tinha me tocado até então", conta Juninho, 44 anos, com fogo nos olhos e nas palavras. "Os abusos sexuais me invadiram muito, mas o toque do Senhor foi ainda mais profundo. Ele colocou um sorriso nos meus lábios, Ele fez de mim um homem feliz. Com Jesus a vida vale a pena ser vivida." Conforme o pregador fala, as frases ganham força e vida. Incendeiam-se de verdade, porque nelas está gravado o amor mais puro de Jesus - o mesmo amor que Juninho sentiu naquele dia em que o Senhor o tocou, num grupo de oração repleto de jovens, na cidade de São José dos Campos, interior de São Paulo. "Um amigo da escola me convidou para ir ao grupo. Como eu estava livre naquela noite, resolvi ir. Mas me arrependi rapidinho", recorda.
          Juninho se sentiu deslocado naquele ambiente em que jovens rezavam em voz alta e cantavam. Era o novo que sempre assusta à primeira vista. Tentou sair discretamente, sem ser notado. Abriu a primeira porta e dirigiu-se para a segunda, ansioso pelo momento em que alcançasse a rua e se sentisse livre daquele mal estar. Mas a surpresa viria a seguir: a porta estava trancada. A timidez o impediu de procurar ajuda. Teve que retornar ao lugar de onde saíra; e lá, em um canto, permaneceu quieto, sem imaginar que estava prestes a ir a um lugar que jamais sonhara alcançar. "Sem esperar, eu dei uma trombada com Jesus", detalha, aos risos, sem esconder a emoção. Jesus - Ele mesmo, o homem divino - abaixou-se até o Juninho e o chamou pelo nome. Arrancou o choro do garoto. A entrega foi total e irreversível. "Eu entrei vazio e saí de lá com Jesus Cristo. Lá eu pude ver como Ele é real, como é possível apalpá-Lo, senti-Lo", lembra. E, desta maneira simples e forte, rápida, mas indelével, começou a era do fogo na vida daquele jovem.

Entrevistado: Juninho

Escrita: Rebeca Ribeiro Mansfield - Jornalista

28
JAN

Dom da fé, da cura e dos milagres.

Existem três dons intimamente ligados, são os chamados dons de poder. São os dons da fé, da cura e dos milagres.

          Existem três dons intimamente ligados, são os chamados dons de poder. São os dons da fé, da cura e dos milagres. Quero falar sobre o dom da cura, mas é impossível separar a cura da fé, é uma ligação absolutamente necessária.
          A fé é um dom de Deus. Quando recebemos este dom, algo grandioso acontece dentro de nós: passamos a acreditar em Deus de uma maneira mais vibrante. Deus investe poderosamente em nós, de tal maneira que Ele mesmo honra a Sua palavra em nós como se fosse a Sua e, milagrosamente, as coisas acontecem.
          O dom da fé de que falo é algo sobrenatural, não natural (1Cor 12,4-12). Ele é um dos dons de poder. É um dom que nos capacita a receber a cura ou o milagre.
          O dom da cura, por sua vez, nos capacita a fazer a cura. Já, o dom do milagre capacita o cristão para realizar o milagre.
Veja a diferença. Enquanto, eu andava numa rua da Vila Maria, em São José dos Campos, eis que uma senhora corcunda veio ao meu encontro e me pediu: "Ei, Juninho, reze por mim". Bom, eu fui embora. Geralmente, quando uma pessoa me pede oração, eu rezo na hora, mas, naquele dia, eu me comprometi a rezar por ela depois. Passados alguns dias, eu a encontrei na rua. Ela estava toda ereta e me agradeceu pela cura. "Obrigado pela sua oração, Juninho, eu fui curada!" Naquele momento, eu fiquei vermelhinho, pois havia me esquecido de rezar por ela. Porém, o dom da fé extraordinário foi dado a ela e, naquele momento, ela creu e foi curada!
          Meu amado, eu já vi acontecer o contrário. Já rezei por uma pessoa que estava entrevada em uma cadeira de rodas que mal acreditava em Deus, e ela foi curada. Eu lhe perguntei: "você crê que Deus pode curá-la?" A resposta foi um sonoro não. Mas, de repente, eu tive a certeza de que aquela pessoa seria curada. Naquele momento, eu olhava para aquela pessoa com uma fé sobrenatural. E foi. Eu não creio que Jesus quer levantar todas as pessoas das cadeiras de roda, mas, naquele momento, eu acreditei que aquela seria a vontade de Deus! Foi me dado naquele momento o dom dos milagres. Aí está a diferença! Há uma fé que é um dom de Deus, dado para acreditar em Deus. E há o dom da fé, que é um dom especial, é um dom de poder. E, junto com o dom de poder, temos o dom da cura e dos milagres!
          É neste contexto que inserimos o dom da cura! O dom da cura não é um luxo, é algo absolutamente necessário, pois é dado por Deus. Se a cura não fosse importante, Jesus não curaria o seu povo. As curas ocuparam no mistério de Jesus um lugar relevante. Também os seus discípulos receberam o poder de curar (Mt 10,8).
          Quando estamos doentes devemos procurar os meio naturais da cura. Louvado seja Deus pela ciência e seus avanços! Mas, o dom da cura é um dom sobrenatural, é ação divina. O dom da cura está ligado intimamente à fé. "Vós sabeis como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com Espírito Santo e com poder, como ele andou fazendo o bem e curando todos os oprimidos do demônio, porque Deus estava com ele." (At 10,38). Isto é fascinante! Jesus não curava porque Ele era o Filho de Deus, mas curava porque Ele foi ungido por Deus! Jesus, como Filho de Deus, poderia curar antes da Sua vida pública, mas não o fez. Faltava-Lhe a unção do alto, faltava a mão de Deus sobre Ele. Embora Ele fosse Deus, consubstancial com o Pai, precisou da unção. Antes de ser ungido, o dom de milagres e curas não estava operando na vida de Jesus. Foi somente após a unção, no rio Jordão, que isto se manifestou. É claro que os milagres que Jesus realizou, em especial os sete milagres narrados em João, são sinais de Sua divindade. Mas a encarnação do Verbo foi tão profunda, que Ele precisou destes dons infusos, senão Ele não seria 100% homem.

         Se não formos curados... Se, porém, apesar dos nossos esforços, não conseguirmos alcançar a nossa cura, devemos suportar com paciência os nossos males passageiros, pois as doenças, chagas, frustrações não são nada diante daquilo que iremos receber e experimentar no céu. A doença pode nos levar a uma santidade, quando a aceitamos sem murmurar contra a vontade do nosso Criador.

Por que Jesus não curava a todos?
Esta é a primeira pergunta que vou fazer no céu.

Juninho - Missão IDE

10
JAN

Agindo Eu, quem impedirá?

É hora de Deus agir, estamos na hora d’Ele, no tempo d’Ele, é hora da água virar vinho.

           "Fui Eu quem predisse e salvei, e não um deus estranho entre vós. Vós sois Minhas testemunhas, diz o Senhor, Eu sou Deus desde toda a eternidade. Ninguém poderia escapar de Minhas mãos; quando executo, quem poderia destruir minha obra?" (Is 43, 13). Em outras palavras: "Agindo Eu, quem impedirá?"
Meu amado deixe a glória de Deus se manifestar hoje em sua vida. Já que Ele quer fazer, deixe que Ele o faça em sua vida. É o Deus que diz: "Agindo Eu, quem impedirá?" Deixe o Espírito Santo pregar no seu coração: "Agindo Eu, quem impedirá?" Jesus transforma os derrotados em vencedores, fracassados em vitoriosos. Deus quer fazer na sua vida, Deus quer curá-lo, salvá-lo.
          Este versículo mostra a glória de Deus. "Agindo Eu, quem impedirá?" "Curando Eu, quem impedirá?" O seu Deus tem um poder ilimitado, e Ele nunca perde uma guerra. Ele nunca perde uma batalha. Ele olha para você hoje e diz: "Eu vou fazer, vou realizar em você". Risque a palavra "não" do seu dicionário. Ele é poderoso, soberano, Seu poder é supremo. Acredite hoje Ele vai realizar milagres em sua vida. Traga na lembrança os milagres que Ele já fez na sua vida.
          Precisamos aprender que Deus gosta de agir na esfera do impossível. Quando o homem diz: "Estou esgotado, não tem mais jeito, acabaram-se as possibilidades", aí começa o poder ilimitado de Deus. Ah, se compreendêssemos as palavras do anjo: "porque a Deus nenhuma coisa é impossível"! (Lc 1, 37)
          Uma viúva procurou Eliseu, dizendo: "Meu marido, teu servo morreu, e sabes que ele temia o Senhor." Ora, eis que veio o credor tomar os meus dois filhos para fazê-los escravos. A mulher estava numa situação terrível, sem o seu marido e com uma dívida enorme e seus filhos prestes a serem escravizados em pagamento da dívida. Ela estava diante de uma situação impossível. Eliseu, o grande homem de Deus, perguntou a ela: "O que posso fazer por ti? Dize-me, o que tens em tua casa?" E ela respondeu: "Tua serva só tem em casa uma garrafa de óleo". Ela dizia: "Acabou tudo". O que é que você tem? Diga para Jesus o que é que você tem. Quando Deus quer abrir uma porta, Ele abre. O milagre está na sua casa. Eliseu disse à mulher: "Vai pede emprestado à tuas vizinhas, ânforas vazias em grande quantidade. Depois entre, fecha a porta atrás de ti e de teus filhos, e enche com óleo as ânforas, pondo-as de lado à medida que estiverem cheias!" Partiu a mulher, fechou a porta, entrou no quarto junto com seus filhos e começou a encher as ânforas com óleo. Ela ia enchendo as ânforas. A garrafa de óleo não parava. O milagre não parava. Só parou quando acabaram-se as ânforas! Se ele tivesse mais ânforas, mais óleo se multiplicaria. O óleo se multiplicava, ilimitadamente, ininterruptamente, constantemente.
          Meu amado, quantas ânforas você tem? O óleo está na sua casa. O que é que você tem em casa? O Senhor pode multiplicar. Quando você dá os poucos recursos que tem para Jesus, quando você pensa acabou os recursos, aí é que Ele está fazendo. Apresente a sua garrafa de óleo a Jesus, apresente a Jesus a sua miséria. Ele tem muito mais para lhe dar do que você pode receber. Olhe para você. Você é capaz de muito mais do que você imagina. O banco do céu está dentro de você. Você crê em milagres? Para Jesus, não tem presídio de segurança máxima. Para Ele, não tem leão faminto, não tem muralhas, não tem cidades fechadas. Com o seu Deus, você derruba gigante. (cf. II Reis 4, 1-7)
          É hora de Deus agir, estamos na hora Dele, no tempo Dele, é hora da água virar vinho (Jo 2, 4). A Palavra de Deus sempre chega na hora (Jo 4, 53).

Juninho - Missão IDE

19
DEZ

Você pode ser curado agora.

Não deixe o diabo roubar sua benção, você já foi curado assuma isto pela fé!


          "Jesus percorria toda a Galiléia, ensinando nas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, curando todas as doenças e enfermidades entre o povo. Sua fama espalhou-se por toda a Síria: traziam-lhe os enfermos, os possessos, os lunáticos, os paralíticos e Ele curava a todos. Grandes multidões acompanharam-no da Galiléia, da Decápole, de Jerusalém, da Judéia e dos países do outro lado do Jordão" (Mt 4, 23-25).
          Jesus não só ensinava e pregava, mas curava a todos. Sua pregação era manifestação do poder do alto. Note bem, não curava alguns, mas a todos, os doentes, os possessos, os lunáticos e os paralíticos.
          Ele curava os lunáticos: a maior miséria da mente. Existem pessoas que tem complexo de inferioridade. É preciso que Deus liberte a sua mente das cadeias do sofrimento. Deixe Deus curar os paralíticos: a maior miséria do corpo, os endemoninhados: a miséria do corpo e da mente. Ele curava a todos. Aleluia! Todos os doentes que se arrastam até Jesus tinham que, primeiro, aprender a segui-Lo e, depois, perseverar até conseguir o seu milagre. Você consegue imaginar paralíticos e leprosos se arrastando atrás de Jesus. Eles queriam o seu milagre.
          Meu amado (a), não desista do seu milagre, lute contra toda incredulidade, lute contra a oposição de seus pensamentos negativos e diga: "Hoje é o dia do meu milagre!" Todas as curas eram certas e imediatas, sem remédios, sem longos períodos de convalescença e ainda suas curas eram de graça! Algumas igrejas cobram por tudo, mas Jesus fazia e faz tudo de graça!

Ore comigo: Pai Amado e Santo, em nome de Jesus, eu proclamo minha cura sobre... (cite o nome das doenças), eu assumo que pelas chagas do Cordeiro já fui curado.

           Meu amado, não deixe o diabo roubar sua benção, você já foi curado assuma isto pela fé!

 

JUninho - MIssão IDE

 

02
DEZ

Olhe para Ele, no irmão, e seja curado.

Utilize o poderoso Nome de Jesus etudo aquilo que é impossível torna-se possível!

          Temos que olhar para Jesus. Muitas vezes, não somos curados porque, com a nossa falta de perdão e ódio, não olhamos para Jesus, desviamos o olhar do Senhor, e isto impede que o Senhor aja.
          A Bíblia diz: "Sede misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso. Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados, perdoais, e sereis perdoados, dai e dar-se vos-á" (Lc 6, 36- 38).
          Temos que voltar nossos olhos para Jesus se quisermos receber suas bênçãos. Muitas vezes, parecemos com os discípulos de Emaús, estamos tão feridos, tão machucados, que não percebemos a presença de Jesus, não reconhecemos a Sua presença nos pobres, nos doentes, nos mais abandonados, nos encarcerados. Se não percebemos sua presença, como podemos ser curados?
          Muitas vezes, não vemos mais Jesus na pessoa do padre, nas pessoas da igreja, nos bispos, nos pregadores, por causa do pecado deles. Meu amado, somos chamados a descobrir Jesus neles. Veja bem, não é para fitar os olhos neles como se eles fossem a solução dos seus problemas, mas é preciso descobrir Jesus neles. É Jesus que age através das pessoas; não são as luvas do médico que curam, mas suas mãos. Os pregadores, músicos, pessoas e padres são apenas as luvas de JESUS.
          Quando Pedro curou um paralítico, a multidão atônita colocou os olhos nele e ele logo disse: "Porque fitais assim os olhos sobre nós, como se fosse por nossa virtude que esta pessoa fora curada!"
Temos que olhar para Jesus. É Ele quem diz: "Sem mim nada podeis fazer" (Jo 15,5).
          Ele ainda diz: em Meu nome expulsarão os demônios! É o nome de Jesus que nos dá autoridade. Todo o poder foi-lhe dado no céu e na terra (cf. Fl 2,10). Somos embaixadores de alguém que está entronizado no lugar mais alto do universo, com todo o poder! Há poder no nome de Jesus. Deus deu-Lhe um nome, para que, ao som desse nome, se dobre todo o joelho no céu na terra e nos infernos, ao nome de Jesus! Anjos, demônios e homens, os três mundos estão debaixo da autoridade de Jesus.
          Os apóstolos sabiam da força que havia no nome de Jesus. Pedro diz: "Eu não tenho ouro e nem prata, mas o que tenho te dou: em nome de Jesus Cristo de Nazaré, levanta e anda" (At. 3, 6). Paulo também: "Ordeno que em nome de Jesus, saias dela" (At 16, 18).
           Meu amado utilize este nome, pois Satanás deve respeito e reverência a este nome. Lá nos infernos, quando se escuta este nome, os demônios se sacodem, tremem! Meu amado foi Jesus que venceu o pecado, a morte, o demônio, as doenças, o túmulo, e tudo mais. É Ele que nós dá o direito de usar Este nome! Você tem um grande privilégio, você pode usar o poderoso nome de Jesus, assim tudo aquilo que é impossível torna-se possível!

                                                                        Juninho - Missão IDE

18
NOV

A cura no deserto.

Olhe para Ele na Eucaristia e seja curado.

         

          "Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim deve ser levantado o filho do homem, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna". (Jo 3,14)
          Muitos teólogos não gostam da tipologia, mas Jesus usava desse recurso. Ele mesmo se compara à serpente de bronze. Israel havia pecado, murmurava contra o Senhor e contra Moisés (Nm 21,4-5). Murmurava contra Aquele que mostrava para eles toda a Sua glória e Seus prodígios. Provocaram o Senhor murmurando contra Ele pelo menos dez vezes (Nm 14,22). 
          Meus amados, por que murmuramos, por causas das circunstâncias? Porque estamos doentes? Porque estamos desempregados? Porque temos problemas? Não! Murmuramos porque temos um coração mal agradecido, porque nosso coração não se lembra das maravilhas de Deus, murmuramos porque nosso coração é voltado para o mal. Falta cura ao nosso coração. Satanás tem usado de pregadores para mostrar que Deus é duro, bravo. O grande problema é que muitas pessoas têm tido uma visão distorcida de Deus, vendo nEle não um Pai, mas um carrasco. Deus havia mostrado ao povo o caminho a seguir (Nm 21,4-5), mas o povo perdeu a coragem e desviou do caminho. Deus nos mostra o caminho, às vezes é um caminho difícil, às vezes teremos que passar por lugares que não queremos. É uma tentação mudar de caminho, não porque o Senhor quer, mas porque perdemos a coragem! Às vezes pensamos: por este caminho vamos chegar lá! Mas a pergunta é esta: é este o caminho que o Senhor escolheu? Não basta chegar aonde Deus quer que cheguemos, mas temos que passar pelos Seus caminhos, caminhos traçados por Ele. Jesus é o caminho (Jo 14,6), tudo que fazemos deve passar pelo crivo do evangelho.
          Pessoas que não são do Senhor usam de meios desonestos para chegar ao poder. O cristão só deve chegar ao poder por meios honestos, se, assim, for a vontade do Senhor. O poder para o cristão não é algo que lhe dá status, mas é um serviço que ele presta para as pessoas. A murmuração é algo que afeta o coração de Deus: "Por que, diziam eles, nos tiraste do Egito, para morrermos no deserto onde não há pão nem água?" (Mn 21,5). Não era verdade, no fundo, eles não estavam contentes com aquilo que Deus lhes dera, o maná. Murmuravam contra o maná. O Maná é a Eucaristia (Jo 6,35). Hoje não reclamamos contra Eucaristia com palavras, mas, muitas vezes, preferimos o "pão" do Egito. A eucaristia é cura para nós, é o pão da vida que desceu do céu (Jo 6, 51-58). A Bíblia diz que o Senhor enviou serpentes ardentes, que morderam e mataram a muitos (Nm 21,6). A picada da serpente é dolorida, nos envenena e causa a morte. A serpente é astuta, o demônio nos pica por meio dos irmãos. Alguém te critica injustamente! Estas palavras são como picada do demônio nos fere! O veneno começa a tomar conta de todo o nosso coração e, quando menos percebemos, estamos mortos espiritualmente, ou ainda, ganhamos alguma doença por falta de perdão.
          Meu amado, há um bálsamo em Galaad capaz de curar qualquer ferida, aleluia! Há um remédio para você. O povo, ao olhar para a serpente de bronze, colocada sobre a haste, era curado. Bastava olhar para a serpente. Não adiantava olhar para os mortos, para Moisés, para os sacerdotes. Meu amado, a cura está à sua disposição. Não olhe para o chão, onde estão as misérias do homem, olhe para o sacrário, olhe para o Altíssimo, a Eucaristia é remédio de Deus para quem está morrendo.
          No livro de Números (21, 8), relata-se que Deus curou "todos" aqueles que foram picados pelas serpentes, mas para isso era necessário olhar para a serpente! A serpente simboliza o próprio Jesus que seria levantado na cruz anos depois! Ora, se todo mordido que olhou para a serpente de metal foi curado, é lógico que todo aquele que olhar para o Senhor será curado! Não houve exceção! Todos aqueles que foram mordidos receberam a cura! Com Jesus, todos serão curados também, basta olhar para o "Remédio".
          Meu amado, o remédio está à disposição. Olhe para Ele, procure com os seus olhos. Ele está presente na Hóstia Santa. Ao contemplá-Lo, ao adorá-Lo, você será curado. As pessoas ficam em dúvida se é ou não da vontade de Deus que Ele as cure. Se não é da vontade de Deus, porque levar a pessoa ao médico então? Não estará indo contra a vontade divina?
          Se Deus não quisesse a nossa cura, pode ter certeza, Ele não daria os meios naturais para sermos curados. Uma coisa é você acreditar que Jesus tem poder para lhe curar, outra coisa é acreditar que Ele vai curar você.
          Sou testemunha que o Senhor continua a agir e com muito poder! A Bíblia diz que Jesus curava a todos que iam a Ele (cf. Mt 8, 16-17).
          A Bíblia não diz que você será curado daquilo que está pedindo, mas garante que alguma cura você irá receber do Senhor! Você pode não receber o que pediu, mas, com certeza, receberá algo maior.

Juninho - Missão IDE

09
NOV

Onde está Jesus agora?

Há poder no nome Daquele que fora despido, pendurado na cruz.
         

          Ele está na posição mais elevada do universo, com a maior honra, com a maior glória, com a maior autoridade.
           Há um Deus inexplorado. Meu amado, você pode desfrutar da plenitude desta honra, desta glória e desta autoridade. Basta você permanecer Nele (Jo 15,5).
          Quando você balbucia o nome de Jesus, o inferno treme. Neste momento, o inferno está paralisado diante do poder deste nome! Pedro e João vão ao templo fazer oração e dizem a um enfermo: "Não temos ouro nem prata, mas o que temos..." Eles sabiam o que tinham. Pedro e João sabiam que possuíam algo: o nome de Jesus. Enquanto você não tiver a convicção de que você possui o nome de Jesus e que o nome de Jesus tem poder, você não é uma ameaça para a doença nem para o inferno!
          Pedro tinha esse nome! Você tem esse nome! O Poder está do seu lado, quer você perceba ou não, quer você sinta ou não.
          Jesus é o coração do cristianismo. Jesus é o único caminho para o trono de seu Pai. Ele é a única verdade. Não existe outro caminho, não existe outra verdade. Maria aponta para este caminho. Ela aponta para este nome: "Fazei tudo o que Ele vós disser" (Jo2,1ss).
          Meu amado, quando oramos em nome de Jesus provocamos uma convulsão no inferno, porque Jesus se coloca entre nós e o Pai.
Você crê na força deste nome? Se você não entrar na dimensão espiritual, você não crerá.
Até agora não pediram nada em nome de Jesus "E tudo quanto pedirdes em meu nome... (Jo 15,16). Portanto, faça "tudo em nome do Senhor Jesus" (Cl 3,17).
          Os apóstolos aprenderam, por meio da cruz. Viram a humilhação e a exaltação do filho de Deus (Fl 2). Por isso, eles curavam em Seu nome, pregavam em Seu nome, batizavam em Seu nome de Jesus, davam perdão em Seu nome de Jesus.
          Das mãos daqueles que usam o nome de Jesus flui um rio de milagres. Os apóstolos transformaram o judaísmo, estremeceram o mundo, sacudiram as estruturas do império romano. Tudo isso porque proclamavam: "Há poder no nome Daquele que fora despido, pendurado na cruz".
          Meu amado, o cristianismo nasceu no meio dos milagres, o cristianismo nasceu com o miraculoso. Se arrancarmos o miraculoso da Bíblia, ela perde o seu fascínio. Deus é um Deus de milagres. Jesus gosta de fazer milagres. A Bíblia é um livro de narração de milagres. A Igreja nasceu no meio dos milagres. A melhor maneira de amarmos a Jesus é deixarmos que Ele faça milagres. O nosso Deus é Aquele que criou o mundo em seis dias. Ele é um Deus de milagres. Somos a imagem e semelhança de Deus. Portanto, a semente de milagres está em nós. Você precisa de um toque sobrenatural, sua alma anseia pelo sobrenatural, somos copiadores de Deus (I Cor 2, 9). Deixe Deus usá-lo para fazer milagres. Então: "Eu preciso orar o tempo inteiro?" Não. Você precisa viver inconscientemente na dimensão sobrenatural. Penetre na Palavra e chegue ao Verbo. Esteja no céu. Você consegue imaginar algum doente no céu? Então faça o céu acontecer na terra.


Juninho - Missão IDE

28
OUT

O Nome de Jesus

Como orar pelos doentes? Use o nome de JESUS.

            

            Como orar pelos doentes? Use o nome de JESUS.
           "Por isso, o Pai o exaltou como salvador e príncipe do trono e concede benção para o seu povo" (At 5,30-32) Ele é a cabeça da igreja! Foi Deus que O colocou como cabeça de todas as coisas. É, lá na glória que Ele recebe a adoração merecida, por isso o nome de Jesus está acima de todo nome! A Ascensão de Jesus O coloca em posição de absoluta e constante vitória!
           O nome Jesus vem do hebraico (Yehoshua) "Josué", que significa "Iavé é salvação".
            Eu prezo profundamente o nome de Jesus. Você tem ideia do tamanho da autoridade e do poder que há neste nome? Qual o tamanho da autoridade e do poder que há no Nome de Jesus?  Há um poder ilimitado em Jesus e nós ousamos dizer que todo este poder está colocado neste nome maravilhoso! Por meio do nome de Jesus, podemos expulsar os demônios, e as pessoas são curadas em todas as épocas da história. Meu amado, Este nome está à sua disposição, aleluia! Jesus é o nome mais belo que existe neste planeta. Deixe esta palavra penetrar você agora. Veja bem, não é mero reconhecimento verbal. O que um nome significa para nós? O nome identifica nosso filho e o distingue das outras crianças. O nome de Jesus revela-nos quem Ele é e nos dá a percepção e aceitação de Sua natureza.
           Filipe pediu para ver o Pai. Jesus respondeu, declarando que Ele era o único caminho para ir ao Pai. O acesso ao Pai era impossível sem Jesus. O nome de Jesus, pelo qual Ele insistia com eles para que orassem, era a revelação de Sua própria pessoa. "Se me pedirdes qualquer coisa em meu nome, eu vo-lo farei" (Jo 14,8-13).
           Você pode se aproximar do trono do Pai com confiança, pois Jesus está à direita de Deus. Ele endossa tudo aquilo que você pedir ao Pai. Ele toma e assume nossos pedidos diante do Pai. É Jesus, Aquele que venceu a morte e levantou dos mortos, que diz que toda a autoridade Me foi dada no céu e na terra. Que poder! E Ele continua dizendo "eis que estou convosco todos os dias até o fim do mundo" (Mt 28,18) Aleluia!
           Meu amado, você precisa penetrar em um local chamado zona da fé ou círculo do poder. Você precisa permanecer neste local que é uma região inexplorada. Este local foi comprado a preço do sangue do Cordeiro. Ele desceu ao mais baixo estágio e o comprou para nosso usufruto. Deus diz no céu "O sacrifício de meu filho É SUFICIENTE".
          Lá no céu, Isaías, Jeremias, Daniel, Pedro, Paulo, Miriam reconhecem o que Jesus fez! Lá no inferno o diabo está desarmado, prostrado diante daquilo que Ele fez na cruz. E você reconhece o que ele fez? Suas chagas são sinais de vitória!
           E aqui na terá os homens irão conhecer o poder que há neste Nome...
          Os anjos não se cansam de pronunciar este Nome: Jesus, Jesus, Jesus, Jesus...
          Os demônios não aguentam mais ouvir este Nome... Porque este Nome tem poder.
          Por que este Nome pertence a uma pessoa que está toda mergulhada no Pai e no Espírito Santo. Os anjos, lá no céu, se deitam ao chão em reverência a este Nome. Os anjos veem, à sua frente, um homem chagado. Suas chagas ferem o mais santo dos querubins. Este homem chagado, por meio de Sua morte, paralisou o inferno; Ele fez o inacreditável. Os demônios se paralisaram diante da morte do Cordeiro. Principados e potestades foram expostos ao ridículo. É por isso que podemos fazer proezas em nome dEle! Quem é este homem? Deixa que Ele mesmo te responda: "Eu sou Aquele que vive, estive morto, mas eis que estou vivo, pelos séculos dos séculos" (Ap 1,8).

Juninho - Missão IDE

14
OUT

Um olhar sobre o crucificado, o servo perfeito!

Na Glória, o Servo dos servos continua a servir...

         

          Jesus é o servo perfeito. Isaías profetizou a morte de Jesus 700 anos antes de acontecer. Creio que nenhuma pessoa que estava aos pés da cruz poderia descrever melhor o que Isaías profetizou. Parecia que ele estava lá ou fora arrebatado para o calvário! Isaias 53 é o coração de todas as profecias. Creio que a expressão que pode melhor refletir a vida de Jesus é esta: "Homem das dores, experimentado nos sofrimentos "(Is.53,3).
          Ao nascer o menino Jesus foi caçado, as crianças de sua idade foram massacradas. "É Raquel a chorar pelos seus filhos, eles já não existem" (Mt 2,18).
          O Verbo onipotente, criador de todas as coisas foi intensamente envergonhado. Ele se encarnou, passou toda dificuldade que um ser humano pode passar, teve fome, sede. Os passarinhos tinham um ninho, mas Ele não tinha onde reclinar a Sua cabeça. Morreu totalmente nu Aquele que vestia as aves do céu! Como Ele foi humilhado, chamado de um comilão e beberrão, amigo dos publicanos e dos devassos (Mt 11,19).
          Em Sua terra tentaram jogá-Lo de um penhasco (Lc 4,29), foi chamado de belzebu pelos fariseus (Mt 12,24) e de alucinado por sua família! Foi humilhado, Aquele que foi obediente ao Pai até a morte e morte de cruz! (Fp. 2,8) Obedeceu até Sua obra estar consumada. Foi humilhado, Aquele que era justo (Lc. 23,47).
          A Sua dor foi tremenda: Suas costas foram arrebentadas (Is. 50,6), Sua barba arrancada (Is. 50,6). Coroaram-No com uma coroa de espinhos (Mt. 27,29), cuspiram em Seu rosto, e bateram em Sua cabeça (Mt. 27,30). Arrancaram Suas roupas (Mt. 27,28), deram-Lle um manto escarlate (Mt. 27,28). Foi traído por Judas, negado por Pedro e abandonado pelos Seus discípulos. Era a hora das trevas! (cf. Lc. 22,53). O sofrimento vinha de todas as direções, dos homens, de satanás, de seus amigos! Até o Pai o desamparou (Mt. 27,46).
          O grande paradoxo é que o mais rejeitado dos homens, o homem das dores, foi quem tomou sobre si nossas enfermidades e transgressões! Precisamos buscar nossa cura no calvário. Lá é o lugar da vergonha e da desonra (Hb. 12,2). Lugar da humilhação voluntária do Nosso Senhor (Fp. 2,7-8), mas, também, lugar da obediência provada. Mas, acima de tudo, lugar de vitória. Lugar onde o céu foi aberto para nós. Foi lá que aconteceu a nossa redenção. É lá o lugar da cura para nossas almas e nossos corpos! Acredite no calvário, o Cordeiro carregou a nossa culpa (Jo. 1,29) e fomos curados, graças às Suas chagas (Is. 53,5). Ele nos libertou da maldição (Gl. 3,13). Foi lá que Ele tomou nossos pecados (1Pe. 2,24). Os anjos gritam: "Seu sacrifício é suficiente e eterno" (Hb. 10,12-14).
          Mas, o majestoso prodígio continuou, pois Jesus, o Servo perfeito, Ressuscitou, subiu aos céus, está atualmente à destra do Pai e permanece servindo os Seus filhos!
           Na Glória, o Servo dos servos continua a servir...

Juninho - Missão IDE.
 

02
OUT

Os dez leprosos.

Quando curados sejamos gratos.

         

          Dez homens abandonados na doença, dez homens abandonados na vergonha, dez homens abandonados na miséria, dez homens unidos na dor. Eles moravam em um leprosário (uma favela abandonada). Eles não tinham convênio médico, nem SUS. Também não tinham aposentadoria, ou seja, estavam unidos pela miséria!
          Eles tinham que manter uma distância de pelo menos 110 metros do povoado. Haviam perdido parte dos seus corpos: dentes, braços, dedos, pernas. Tinham o rosto carcomido e comiam o lixo que os homens lhes davam. Perderam sua carreira, suas famílias, seu respeito, sua dignidade, e suas utilidades! Estavam os dez no fundo do poço! Mas os dez ouviram falar de Jesus, ouviram falar de Seus milagres, ouviram falar de Sua doutrina que encantava o mundo!
          Um dia, estavam sentados e resolveram ir a Jesus. Que cena trágica! Eles foram mancando, imundos, com fome, se arrastando, um se segurando no outro, apenas esperando Jesus passar! Imagine a cena. Ao verem Jesus passar, começaram a acenar, agitaram os braços deformados, se arrastaram sobre as pernas encolhidas, gritaram com a boca ferida.
          O rei da Glória rompe a barreira dos 100 m e chega perto deles! Aqueles que ainda têm força gritam..."Jesus, tem compaixão de nós." Os dez unidos em oração.
Imagine Jesus olhando aquela cena! Seu coração é arrebentado. Mas, Ele olha bem nos olhos deles e diz: "Ide apresentai ao sacerdote". E eles foram se arrastando pelo caminho. O que será que eles pensavam?
          No caminho a explosão de alegria. Glória a Deus! Saúde no lugar das chagas!
Um olha para o outro e diz: "Nossa! Sua orelha foi curada!" O outro diz: "Ei, tua perna está no lugar". Aleluia, os dez estão curados!
          Nove deles continuam seu caminho firmemente. Vão ao sacerdote, passam pelo ritual de purificação, voltam às suas vidinhas, as esposas voltam para os seus maridos. Mas um voltou ao Senhor. Eu o imagino dizendo agora: eu sou Seu discípulo lavado pelo sangue de Jesus! Ele explode em adoração! Ele se perde em adoração! Ele volta a Jesus que lhe pergunta: Não foram dez curados, onde estão os outros nove? (Lc 17,17).
          Nove só conhecem o poder de cura Dele, nunca tiveram uma amizade com Jesus, optaram por suas vidas secas, enquanto um voltou para ficar, ser grato e ter amizade com Jesus!
Não ser grato pela cura revela que a pessoa não entendeu quanto lhe foi concedido e, provavelmente, não saberá valorizar nem conservar a bênção recebida. A falta de gratidão ante a cura física revela que a pessoa ainda não alcançou a cura mais importante e definitiva: a do Espírito.

Juninho - Missão IDE.

05
SET

Nobreza de alma.

O Senhor procura homens que tenham nobreza na alma.

          Meu amado e minha amada, o Senhor procura homens que tenham nobreza na alma. Esta virtude precisa ser evidência hoje para que as pessoas louvem o nosso Salvador por causa de nossas vidas.
         José, esposo de Maria, era um homem de alma nobre, ele era integro. Ao saber que Maria estava grávida, e que ele não era o pai, resolveu não receber Maria como esposa! Ele poderia espalhar para todos que não era o pai do menino, mas o seu caráter impediu que fizesse isso! Fez a opção por sofrer calado. Ele tinha uma convicção marcante que não poderia manchar seu caráter por nada no mundo, mesmo que precisasse sofrer muitíssimo com isso! Ele rompe o noivado com uma nobreza espantosa, fez isso de uma maneira silenciosa para que Maria não fosse desonrada publicamente! Ele age com ternura e amor.
           Quantas vezes acontecem coisas semelhantes em nossa volta e ao sabermos de algum acontecimento o passamos para frente mesmo sem ter conhecimento se é verdade! José não passaria um fato para frente mesmo sendo verdade! Como pessoas são difamadas por nossas línguas ao passarmos coisas que não são verdadeiras. Cuidado com aquilo que você escuta "sobre pessoas que não estão presentes", pode estar ocorrendo uma grande difamação. Atrás dessa difamação, infelizmente, às vezes estão pessoas de lideranças, repletas de um amargo ciúme ou uma ambição egoísta, por isso usam suas línguas como espada afiada, para matarem um irmão e acham que estão prestando um serviço a Deus! Quando ocorrer algo semelhante, devemos fazer como José, silenciar e orar.
           Os grandes homens da Bíblia fizeram muito para Deus, pois sempre estavam de joelhos. José guardou no coração as palavras de Maria, por isso o anjo do Senhor apareceu a ele e confirmou a história de Maria. Antes de sair falando ele orou. Que pena que os homens hoje, falam bastante antes de orarem. Como você pode criticar alguém, Jesus te deu uma carta de apresentação para julgar alguém?
           Que homem de alma nobre era José, um ser humano sensível, incapaz de prejudicar alguém. Por isso Deus podia mostrar para ele a direção que devia sempre tomar.
           Meu amado, Deus ama a santidade, Deus honra homens nobres. José não era um homem que tinha muitos bens, mas era um homem de alta posição espiritual, por isso que Ele honrou! Ele foi "pai" do Verbo encarnado, ele conviveu com o Ser supremo, grandioso que ilimitado assumiu a forma de homem! Que ele seja o modelo para você. Que nosso Pai purifique nossos ouvidos, e coloque um selo em nossa boca para nunca difamarmos alguém. Lembre-se, todos os grandes profetas, inclusive Jesus, foram difamados pelos religiosos, não se joga pedra em uma árvore que não dá frutos!

Juninho  - Missão IDE.

03
SET

Curas à distância.

O Espírito Santo agia com Ele ao lado do Pai. A unção saía de Jesus fazendo o enfermo vibrar à distância!

         

          Nem todas as pessoas têm fé (Ts 3,2). Algumas têm uma pequena fé (Mt 6,30). Mas, este centurião romano tem uma fé abençoada!
          Como sempre, uma grande multidão seguia Jesus na cidade de Cafarnaum, junto ao mar da Galileia. Que nós possamos, também, andar com Ele sempre! Ele entrava em Carfanaum e este mesmo Jesus quer entrar em sua casa, Ele está entrando na sua cidade. Imagine o alvoroço que as grandes estrelas de Hollywood fazem ao entrar em uma cidade. Agora, quem entra não é uma estrela de Hollywood, mas o Filho precioso de Deus. Ele era um homem diferenciado, pois assistia aos cultos nas sinagogas, era bondoso, simpatizava-se com o povo judeu. Alguns anciãos dos judeus, a pedido do centurião romano, acercaram-se dEle, rogando-Lhe auxílio para um seu criado muito estimado que jazia, paralítico, em sua casa, estando "muito doente, quase à morte". De imediato, prontificou-se Jesus a acompanhá-los. "Ia, pois, Jesus com eles; mas, quando já estava perto da casa, enviou o centurião uns amigos a dizer-Lhe: " Senhor, não te incomodes; porque não sou digno de que entreis em minha casa por isso nem ainda me julguei digno de ir à tua presença; dizei, porém, uma palavra, e seja o meu servo curado". Como era grandiosa a humildade deste centurião! Ele era oficial de Roma, a capital do império mundial.  Quando ele falava a um súdito seu, tinha que ser obedecido. Ele estava acostumado a receber honra dos outros, mas reconheceu ser Jesus de mais alta honra, julgando não ser digno de receber Jesus em sua casa! Jesus volta-se, então, para a multidão que o acompanhava, ressaltando: "Em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei tanta fé!" E disse aos enviados do centurião que voltassem, porque, pelo poder da fé daquele comandante, a cura já se solidificara. "E voltando para casa os que haviam sido enviados, encontraram o servo com saúde".
           Jesus comprometeu-se a ir pessoalmente e, depois, ante a absoluta e incorruptível fé do centurião, nem foi à sua casa, apenas mandou uma palavra! Ele garantiu que a fé fará a obra.   Que fé é esta que move o invisível? Como Jesus realizou tal prodígio? O Mestre ia à sua casa, mas a extrema humildade, a vontade e a fé daquele homem mudaram o programa do Mestre! Que humildade arrebatadora. A Humildade que faz nosso Mestre estremecer! "Não sou digno de que entres em minha casa; dize apenas uma palavra e o meu servo será curado..." Estas palavras são tão fortes que a repetimos em todas as santas missas. "Foi assim que o centurião creu, e foi assim que seu servo foi curado". Que poder! Do jeito que você crê você recebe. Quando saímos a buscar água na fonte, o que determina quanta água traremos é o tamanho do pote! Existem abundância e riquezas em nosso Deus. Qual é o tamanho da nossa fé?
          Este centurião era um homem prático, colocando sua fé em ação. Veja o poder da fé, é impressionante o alcance da Palavra de Jesus que, mesmo sem ver, sem tocar ou ouvir o enfermo, o curou. Sua Palavra é viva, Sua Palavra o tocou e o curou. O enfermo, mesmo à distância, foi envolvido pela Palavra do Senhor. Sua Palavra É COMO O BALSAMO DE GALAAD.   Mateus relata que, em sua argumentação, o centurião, que liderava cem soldados romanos, afirma: "Tenho soldados sob as minhas ordens; e digo a este: vai! e ele vai; e àquele: vem!, e ele vem; e ao meu criado: faze isto!, e ele faz". E Jesus lhe responde que, se era assim que ele cria, assim seria feito. Devemos nos alegrar, pois este homem não o recebeu em sua casa, mas o recebeu em seu coração e esta é a maior cura que precisamos receber: Jesus em nosso coração! Que possamos aprender com este homem, ele não tinha compaixão abstrata, ele mandou chamar Jesus. Primeiro orou a Jesus. Que lição, antes de levarmos ao médico, devemos fazer uma breve oração a Deus! O centurião era um homem de obras, edificou uma sinagoga para os Judeus. Ele via Jesus tal como Ele era. Ele sabia que tinha soldados que o obedeciam e que Jesus deveria ter uma legião de poderes invisíveis, pois Jesus era o rei do Reis. Este homem sabia que bastava uma ordem de Jesus e a legião dos anjos poderia obedecê-Lo!

 Juninho - Missão IDE.

24
AGO

Ossos secos.

Arranque a palavra impossível do seu dicionário, nosso Deus é um Deus do impossível.

          Arranque a palavra impossível do seu dicionário, nosso Deus é um Deus do impossível. Essa foi a resposta sábia do profeta. Ele tinha consciência da situação em que se achava, mas sabia também que o Deus que ele servia era o Deus de milagres. Ele sabia que a Palavra de Deus não volta sem fazer efeito. "Tal como a chuva e a neve caem do céu e para lá não volvem sem ter regado a terra, sem ter fecundado e feito germinar as plantas, sem dar o grão a semear e o pão a comer, assim acontece: a Palavra que Minha boca profere, não volta sem ter produzido seu efeito, sem ter executado Minha vontade e cumprido sua missão" (Is 55, 10-11). Ezequiel deu ordem aos ossos secos, e sabe o que é tremendo? Os ossos obedeceram! É disso que o mundo precisa, é disso que você precisa: PODER DE DEUS! Os ossos dessecados ouviram a "Palavra do Senhor"! Eu gosto disso!
           "Escutem ossos secos: vocês não têm ouvidos, mas escutem!" "Montanhas, vocês não têm ouvidos, mas movam-se ao mar!" Houve um tremendo barulho, tem gente que não gosta muito de barulho, mas, muitas vezes, é Deus que o faz! Os ossos começaram a se juntar, batiam uns contra os outros. Agora Ezequiel tinha à sua frente um monte de cadáveres! Isto é guerra! Isto é profecia! Isto é crer na Palavra do Senhor! Ezequiel podia desistir no meio. Quanta gente faz isto! Desiste de tirar seu pai das drogas, só porque ainda não viu um sinal palpável de Deus! Ezequiel vê um monte de esqueletos à sua frente, mas Ele não pára, continua a profetizar. De repente..., carne, músculos, sangue e nervos vêm sobre os esqueletos, ainda não são seres humanos vivos. Ezequiel podia parar, mas não, ele continua a profetizar até o final, porque crê contra toda esperança, crê na força da Palavra de Deus. Ele é o tipo de homem que crê na ressurreição de Lázaro, ainda que ele esteja a quatro dias morto dentro do sepulcro! Ele quer ver os cadáveres retornarem a vida. Eles têm olhos, mas não vêem, têm mãos, mas não podem pegar nada, têm pés, mas não andam! Falta-lhes algo! O que falta, então? O sopro! O sopro que veio do céu para a terra. O sopro que se uniu ao fogo em pentecostes e abençoou aquele maravilhoso grupo! O soprou que tornou aquele grupo irresistível, valente, tinha que soprar contra aquele caos, contra aqueles cadáveres. Talvez você esteja assim, então grite: "Sopra em mim fôlego do céu, até que eu esteja inteiramente vivo!"
          As palavras do Senhor libertam, pois "Senhor, só Tu tens palavras de vida eterna".
Se a tristeza estiver tomando conta de tua alma, proclame: "A alegria do Senhor é a minha força" (Ne 8, 10).
Se você está desanimado, enfraquecido, proclame: "Tudo poso naquele que me fortalece" (Fl 4, 13).
Se você está doente proclame: "Pelas Tuas chagas eu fui curado" (Is 53, 5)
Se você está desempregado, sem dinheiro, derrotado, proclame: "Mas, em todas essas coisas, somos mais que vencedores pela virtude daquele que nos amou" (Rm 8, 37).
Se todos te acusam e te condenam, proclame: "O meu Deus é Deus da misericórdia" (Nm 14, 18).
Se você está morto espiritualmente, proclame: "O Senhor é a minha ressurreição" (Mc 16, 6).
Se você está passando fome, oprimido, proclame: "O Senhor é meu Pastor e nada me faltará" (Sl 22, 1).
Na Palavra de Deus sempre haverá uma Palavra de vitória, em todos os momentos, para você. Não murmure palavras negativas, mas faça como Maria: deixe a Palavra de Deus transbordar pelos teus lábios!

Juninho - Missão IDE.

12
AGO

Testemunho - Barra de Piraí.

Tive fome e me deste de comer, tive frio e me deste de vestir ...

             Em uma noite fria em São José dos campos, o Juninho voltando de uma pregação é abordado por um irmão de rua no semáforo. Ele estava com fome, frio, e precisava voltar para sua cidade, Barra de Piraí.
          Então, Juninho tirou seu sapato, sua blusa de frio, pagou um lanche a ele e comprou sua passagem para que pudesse voltar para casa.
           Desde então, o Juninho não teve notícias do irmão de rua.
          No dia 04 de agosto, sábado, Juninho estava em missão, pregando em um grupo de oração na cidade de Barra de Piraí. Este irmão de rua estava presente, pois havia visto nos cartazes da cidade, que o Juninho estaria lá naquele dia.
          Ele testemunhou que, naquela noite fria, teve a experiência forte do amor de Deus por causa da atitude do Juninho. "Você acreditou em mim naquela noite", essas foram suas palavras.
          Hoje, ele está de volta à família, trabalhando, restaurado pelo Poder de Jesus de Nazaré! Glórias e louvores a Ti Senhor.

12
AGO

Jesus - Juninho.

Quem é o Mestre e quem é o Juninho.
Jesus Amor, Juninho ódio
Jesus Santo, Juninho pecador
Jesus Forte, Juninho fraco
Jesus Grande, Juninho pequeno
Jesus Humilde, Juninho orgulho
Jesus Remédio, Juninho leproso
Me abraça Mestre, para que eu possa ser amor, santo, forte, grande, humilde, sou em Teus braços de amor, que eu sou...
                                                                        Juninho - Missão IDE.
12
AGO

A mulher que amou ...

Ela busca Aquele que a compreende, que a ama sem julgamento.

          Ela se aproxima do Senhor com um vaso de alabastro de nardo puro ... as lágrimas escorrem por sua face. Os santos não compreendem, os justos a julgam, mas ela ousa atravessar aquela sala em busca do Amado.

          Ela busca Aquele que a compreende, que a ama sem julgamento ... Os santos, os bons nunca vão compreender, o Louco Amor de Deus pelo pecador ...

Juninho - Missão IDE.

12
AGO

Francesco, Fratello de todos.

O mais pobre dos santos, ferido de amor pelo Senhor, chagado no coração.
 
O mais pobre dos santos, ferido de amor pelo Senhor, chagado no coração
suspenso e pregado na cruz do meu Senhor.
Crucificado sem pregos, carregou a sua cruz como se fora o tesouro mais precioso do céu!!!
Carregou a cruz do meu Senhor na sua carne, quantas vezes ela não caiu em cima de ti ...
Louco de Deus, apaixonado pelos leprosos, doentes!
Fratello dos pássaros, animais, lobos, louco de amor ...
Fratello dos ladrões, bandidos, assassinos e prostitutas!!!
Fratello da chuva, da terra, da pedra!
Louco, de coração roubado ...
Fratello de Clara, Rufino, Leão, Pedro, Juninho ...
Dos seus lábios saiam mel:
Dio mio, mio Tutto!!!
                                                                                                      Juninho - Missao IDE.
12
AGO

Enfermo de amor (Homenagem ao Padre Javier Arrieta).

O Verbo amoroso deseja derramar amor sobre nós.

O mundo te diz:

vagabundo, pecador, ladrão, drogadilho, prostituta, demente, bêbado, terrorista, perdido ...

os justos e bons te dizem:

perdido, errado, desequilibrado, sem remédio ...

o Verbo amoroso te diz:

tu eres meu pobre filho enfermo de amor.

Juninho - Missao IDE.

12
AGO

Fonte de amor.

Só o Senhor nos preenche.

           Diante de Ti, fonte de Amor,

           Quero beber, saciar meu desejo

           Venho a Ti desde o amanhecer ao anoitecer,

           Tu eres minha fonte que me preenche.

                                             Juninho - Missao IDE.

11
AGO

Mostra-me Tua face.

Quero contemplar Tua face de amor.

                            Mostra-me Tua Face!!!
                            Quero Te tocar com os meus olhos, amado meu....
                            Vou me aproximar de Ti Amor dos amores, 
                            Vou me acercar do Amor....
                            Mestre, Tua face é Amor..Amor..Amor...
                            Amor gratuito, eterno e incondicional.....
                            Quero contemplar Tua face...de Amor


                                                              Juninho - Missao IDE. 

08
AGO

Palavras que libertam (Parte 1).

Se você tiver fé na Palavra de Deus, do tamanho de um grão de mostarda, você será capaz de fazer o impossível!

          O livro do gênesis é o livro dos começos. Narra o começo do mundo, o começo do homem, o começo do pecado, o começo da promessa, o começo da nação hebraica, começo da família e o começo da civilização. O mundo visível começou da invisível Palavra de Deus! Pela fé, entendemos que os mundos foram criados pela Palavra de Deus; de modo que o visível não foi feito daquilo que se vê (Hb 11,3). Que poder! A poderosa "Palavra invisível" é a origem de tudo! "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio Dele, e sem Ele nada do que foi feito se fez" (Jo 1,1-3).
          Veja a força da Palavra! A terra não tinha forma, estava vazia. Havia uma grande treva, tudo era um abismo, ou seja, um caos. O Todo-Poderoso olha lá de cima e começa a sonhar, Ele já não vê o caos, mas enxerga o que fará através de Sua Palavra! Jesus é a Palavra e "nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as criaturas visíveis e invisíveis. Tronos, dominações, principados, potestades: tudo foi criado por Ele e para Ele. Ele existe antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem Nele!" (Cl 1, 15-17).
           Jesus é a Poderosa Palavra que criou e sustenta o universo! Foi a Palavra que, do caos, criou o mundo. Talvez sua vida esteja um caos, mas esta poderosa Palavra pode transformar o caos em vida. Deus disse: "Faça-se a luz"! Basta uma Palavra do Todo-Poderoso: "Faça-se" e o Espírito que se move sobre a face da terra, ou seja, o Espírito e a Palavra dão vida ao mundo! A Palavra é uma semente poderosa que vai dando ordem e criando todas as coisas! Jesus mesmo declarou que "a semente é a Palavra de Deus" (Mt 13,3).
          Meu amado, se a sua vida está um caos, você precisa profetizar sobre ela, e a semente irá brotar e gerar a vida, dando ordem ao caos da sua vida!
          O Senhor Deus, por meio do Espírito Santo, levou o profeta Ezequiel ao vale de ossos secos, que representava toda a casa de Israel. Deus mandou Ezequiel profetizar aos ossos, que estavam inteiramente secos! Essa é uma visão excepcional e mostra o que a poderosa Palavra de Deus pode fazer sobre o caos que está nossa vida!
          Qual é o problema que você esta vivenciando? O grande Ezequiel teve que circular sobre uma planície de ossos secos! O caos sempre circunda nossa vida, a dor, perda, solidão, depressão são alguns dos problemas que nos afligem, nos machucam e ferem o nosso coração; são como o deserto, onde a água e o alimento não podem ser encontrados com facilidade. Em circunstâncias assim, muitas vezes pensamos que está tudo acabado, que não há mais jeito, que não conseguiremos reagir. Os nossos sonhos começam a despencar!     Vivemos numa época de desilusão, não confiamos mais em nossos políticos. Nosso povo sente a derrota na pele, estão sem sonhos. Quando o homem está sem sonho, sem esperança, ele está sem vida! Quando estamos no fundo do poço, seguimos qualquer "guru", mas só Jesus pode nos arrancar do fundo do poço.
          Ezequiel estava diante dos ossos secos, mas ele não olhava para os ossos, ele olhava para o Todo-Poderoso e Sua Palavra. O profeta Ezequiel andava no meio dos ossos secos e lia a realidade, percebia que estavam inteiramente secos! Ele via ossos de crianças, de mulheres, de homens, todos misturados, aliás, ele via somente o pó dos ossos ali! Ezequiel poderia perder a esperança, pois a realidade que via à sua frente podia matar-lhe a esperança, a fé e os sonhos! Deus manda Ezequiel pregar para uma platéia de surdos e mudos, de ossos secos! Que cena patética! Ele poderia colocar uma placa ali: "IMPOSSÌVEL!" Mas não, ao contrário, ele acreditou no Deus que é especialista em operar milagres através de Sua Palavra!
Se você tiver fé na Palavra de Deus, do tamanho de um grão de mostarda, você será capaz de fazer o impossível! Talvez você esteja sem esperança, porque seu pai está nas drogas, sem esperança porque você está desempregado, sem esperança porque seu ministério não está crescendo, sem esperança porque há muita miséria em nosso país. A impressão que temos é que passa um tsunami invisível aos nossos olhos constantemente e nada podemos fazer!
          Mas nada está perdido! Jesus pode e quer nos ajudar a levantar a cabeça, olhar para o alto e fazer como Ezequiel: profetizar! Ele fala para Ezequiel: Profetiza! Profere um oráculo sobre esses ossos secos (Ez 37, 4). Ezequiel está diante de uma dura realidade, e começa a profetizar. Começa a lançar a Palavra que não é dele, é de Deus, contra os ossos secos! Que tremendo! Deus perguntou ao profeta: "Filho do homem, acaso poderão reviver estes ossos?" Agora Deus pergunta a cada um de nós: os ossos que estão secos em nossa vida, como sonhos, esperanças e alegrias, acaso poderão reviver? Jesus quer restaurar a nossa vida neste momento. Ossos secos começam a se mover e a procurar cada qual o seu corpo. É a força da Palavra libertadora de Deus! Eu posso até ver os ossos se unindo! "Ezequiel estes ossos podem tornar a ter vida?" "Senhor Deus, Tu o sabes".

Juninho - Missão IDE.

31
JUL

O cego de Betsaida.

Quanto mais adorarmos Jesus Eucarístico, mais enxergaremos distintamente.
          Então, chegaram a Betsaida e Lhe trouxeram um cego, rogando-Lhe que o tocasse. (Mc 8,22-26.) Levaram este homem ao extraordinário oftalmologista! Não sabemos o nome dos homens que levavam este cego a Jesus, mas a obra que eles fizeram jamais se apagará! Ele era cego, não tinha como ir a Jesus, precisava de ajuda e, graças a estes homens, ele foi curado. Se não o tivessem levado a Jesus, este homem poderia continuar cego para o resto de sua vida. Quantas pessoas, hoje, são cegas e não o sabem, por isso não reclamam a cura. São cegas espiritualmente. Devemos comungar por essas pessoas. Assim, elas são levadas a Jesus Eucarístico!
          É impossível esquecer a primeira vez que o Senhor nos toca. Eu me lembro, certa vez quando estava na missa, dois amigos meus comungaram por mim. Após eu, também, comungar, experimentei uma forte presença de Jesus tocando todo o meu corpo. Comecei a chorar impulsivamente, a missa acabou e eu estava, ainda, debruçado ao chão e lágrimas escorriam de minha face. Naquele momento, Jesus Eucarístico me curava profundamente.
          Jesus tomou aquele cego pela mão, que tremendo! Jesus segurou a mão dele. Quanto amor Jesus não sentia por aquele homem! Ele o levou para fora da aldeia. É isto que precisamos, ficar a sós, em adoração, com Jesus Eucarístico. Você não precisa falar muitas coisas, mas Ele fará a obra em ti. Jesus se aproximou do cego e, aplicando-lhe saliva aos olhos e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe:
- Vês alguma coisa?
Este, recobrando a vista, respondeu:
- Vejo os homens, porque como árvores os vejo, andando. Veja bem, o próprio Senhor o havia tocado e ele, mesmo assim, não via bem. Via os homens como se fossem árvores, com a obrigação de lhe dar sombra, fruto e até flores. Ele precisava de um toque mais profundo. A adoração nos leva a ser tocados pelo Senhor, mas precisamos de um toque mais profundo que é a comunhão. Jesus, novamente, lhe impôs as mãos nos olhos, e ele, passando a ver claramente, ficou restabelecido; e tudo distinguia de modo perfeito. Jesus precisou orar por este homem mais uma vez. Muitas vezes nossa cura espiritual não virá de uma adoração, mas de várias adorações, ou de uma comunhão profunda. Este homem tomou um banho espiritual do Senhor; e receber a Eucaristia é mergulhar num mar cheio de graças. Quanto mais adorarmos Jesus Eucarístico, mais enxergaremos distintamente.


"Jesus não foi somente Mestre, foi Médico também. Deixou no mundo o padrão de cura para o Reino de Deus. Ele proporcionava socorro ao corpo e ministrava fé à alma".

Juninho - Missao IDE.

23
JUL

Jesus cura através da Eucaristia.

Ele fez bem todas as coisas. Fez ouvir os surdos e falar os mudos.

          Então lhe trouxeram um surdo e gago e lhe suplicaram que impusesse as mãos sobre ele. (Mc 7,32-37.) Jesus, tirando-o da multidão, à parte, pôs-lhe os dedos nos ouvidos e lhe tocou a lingua com saliva; depois, erguendo os olhos ao céu, suspirou e disse: Éfeta, que quer dizer: Abre-te. Abriram-se-lhe os ouvidos e logo se lhe soltou o empecilho da lingua, e falava desembaraçadamente.
          É interessante ressaltar que, nesta ocasião, segundo São Mateus, os mudos falaram, os coxos andaram e os cegos enxergaram (Mt 15,29-31). Mas, havia um surdo que não fora curado, ele precisava de um toque a mais! Trouxeram este surdo a Jesus, foi a melhor coisa que podiam fazer àquele homem. Como hoje as pessoas perdem tempo discutindo com "surdos espirituais"! É preciso levar este surdo a Jesus, e Jesus está por excelência na Eucaristia. Ele está no pobre, no nu, no cego, no preso, no excluído, onde dois ou mais estão reunidos em nome Dele, Ele está presente, Ele está na Palavra, mas Ele está, por excelência, na Eucaristia! Vocês não imaginam o poder que sai de Jesus Eucarístico, é um poder suficiente para curar qualquer enfermidade. O surdo falava com dificuldade por causa da surdez e entendia com muita dificuldade o que as pessoas lhe diziam. Como não falava direito, não conseguia se comunicar facilmente com as pessoas. Quantas pessoas, hoje, são surdas e não escutam a ninguém, só a si próprias! Quantas pessoas, hoje, têm os ouvidos fechados não só para o irmão como também para Deus, e, de seus lábios, saem apenas palavras sem sentido! Não saem orações, nem testemunhos de seus lábios, que lástima! Quem não ouve a Deus, não fala de sua grandeza. Como precisamos de cura espiritual! Mas, onde podemos buscar esta cura espiritual? Na Eucaristia.
          As pessoas apresentaram aquele surdo a Jesus. Ele poderia curá-lo ali no meio da multidão, mas não o fez! Às vezes, Ele cura no meio da multidão, outro ele mandou se lavar na piscina de Siloé, mas este homem fora levado a ficar a sós com Jesus! Como precisamos ficar a sós com Jesus Eucarístico! E Tirou este homem a parte e tocou com os dedos no ouvido. Era preciso o toque com os dedos do Mestre, este toque parecia arrebentar com qualquer obstáculo que impedisse a cura do enfermo e, muitas vezes, precisamos do toque de Jesus, um toque físico, precisamos de sinais para criar a fé em nós. Aí está o mistério do Pão eucarístico. E quando Jesus tocou-lhe o ouvido com a saliva ele, fora curado. Quando somos tocados pela saliva de Jesus é como se o Seu sangue nos atingisse. É o mistério do vinho Eucarístico! O mestre levanta os olhos ao céu, pois sabe que toda benção vem do alto. Está triste, meu amado(a)? Olhe para o céu e receba coragem e fé! Jesus, então, suspira "Éfeta!, que quer dizer, abre-te! Ele suspira, pois está cheio de amor. Tudo que Jesus faz é com amor, carinho e ternura, diferente, muitas vezes, de nossas obras. Aleluia, abriram-se os ouvido deste homem e ele não podia deixar de falar do que experimentou! Que fantástico, Jesus pediu silêncio ao homem, mas o homem não se conteve e começou a espalhar quão maravilhoso é o Senhor. Mas sabe o que mais me impressionante? É a declaração da multidão: "Ele fez bem todas as coisas. Fez ouvir os surdos e falar os mudos." (Mc 7,37).

Juninho - Missão IDE.

20
JUL

Curas Divinas (Parte 8) - A filha de Jairo e a hemorroíssa.

Precisamos continuar a obra do mestre e impor as mãos sobre as pessoas para atenuar os sofrimentos do mundo.

          Jairo chegou até Jesus e pediu que fosse ver sua filha que estava morta. Então, o Mestre permitiu que somente Pedro, os irmãos João e Tiago e os pais da menina seguissem com ele. Chegando à casa, percebeu um grande alvoroço, todos choravam muito e lastimavam. Realmente as circunstâncias estavam sempre a desanimar a Jairo, porém o Rei disse: "Não choreis! Por que vos alvoroçais desta forma? Ela não está morta, mas dorme." Que poder! Para Jesus, a morte é como um sono! Para Jesus, ressuscitar uma pessoa é a mesma coisa que acordar alguém que dorme! Mas, os que estavam presentes, rindo, duvidaram Dele. Desde as proximidades da casa de Jairo, mas principalmente ao chegar a ela, nota-se a preocupação do Mestre em preparar o ambiente. Primeiramente, questiona o vozerio que os presentes faziam, depois acaba por afastá-los do local, selecionando as pessoas que adentrariam com Ele o recinto onde a menina estava, ou seja, é preciso preparar o ambiente para a unção e para a cura. Precisamos dar aos enfermos um ambiente propício. (Certa vez, fui fazer oração em uma casa onde havia uma mulher com depressão. Quando cheguei a casa, percebi que o ambiente estava pesado. Havia muita roupa suja, a casa estava imunda! Muitas pessoas foram orar e ela continuava com depressão! Agora, como uma pessoa pode ficar bem em um ambiente tão carregado? Às vezes, é preciso atingir a causa; neste caso, remover a sujeira do ambiente! Após limparmos o ambiente, oramos por ela e ela foi curada. Uma outra vez, uma moça reclamava de fortes dores de cabeça; rezávamos para a cura dela, mas o grande problema era o seu pai, que bebia, e ficava violento. Isto a perturbava emocionalmente de uma tal forma que lhe causava dor de cabeça! É preciso atacar a causa!
          Jesus, então, os fez sair a todos, e, tomando consigo apenas os discípulos, Pedro Thiago e João, o pai e a mãe da menina, adentrou o cômodo em que seu corpo jazia. Jesus inclinou-se sobre a menina, tomou-lhe as mãos frias e disse-lhe: "Talita cumi", o que significa: Amorzinho, princesinha, menina, levanta-te! Talita é uma maneira pela qual as mães expressam o amor pelas suas filhas, é por isso que eu dei o nome de Talita para minha filha! Vale a pena lembrar que Jairo, quando buscava Jesus pela primeira vez, roga-Lhe que "imponha as mãos" sobre sua filha. À beira do leito da menina, por sua vez, o Médico dos médicos toma-lhe a mão e determina: levanta-te! Como é importante o nosso toque na cura. O toque é uma maneira profunda de demonstrar amor pelo enfermo, e o toque é terapêutico!
          De pronto, o seu espírito voltou e ela se levantou imediatamente, pondo-se a andar. Todos se assombraram, espantados e perplexos; seus pais ficaram maravilhados. Jesus, que observava atentamente, mandou que lhe dessem algo de comer e lhes ordenou expressamente que a ninguém contassem o que havia sucedido. (Mc 5: 35 a 43; Lc 8: 41 a 56 e Mt 9: 18 a 26).
Muitos cientistas dizem que não era uma morte real, mas um fenômeno da catalepsia ou estado de morte aparente. Isto não é importante, o fato é que, ao tocar a menina, o Mestre infundiu-lhe unção do alto em quantidade suficiente para atrair de volta o espírito e restabelecer a sua ligação com o corpo. Diz Lucas 8,55: "E o seu espírito voltou, e ela se levantou imediatamente". Nenhum ato do Divino Mestre é destituído de significação. Reconhecendo essa verdade, os apóstolos passaram a impor as mãos fraternas em nome do Senhor e tornavam-se instrumentos da Divina Misericórdia. Atualmente, na RCC, temos, de novo, a imposição de mãos (não sacramental). Através da oração, a preciosa unção flui dos intercessores do Senhor para os enfermos. Precisamos continuar a obra do mestre e impor as mãos sobre as pessoas para atenuar os sofrimentos do mundo.

Juninho - Missao IDE.

20
JUL

Curas Divinas (Parte 7) - A filha de Jairo e a hemorroíssa.

Não temas! Crê somente!

          Amados (as), Jairo,pai de Talita, estava com tanta pressa, mas antes ele precisava aprender que Jesus cura até mesmo através de suas vestes; precisava ver um milagre para aumentar sua fé. A Bíblia diz que o mesmo acontecera com muitas outras pessoas, ao Lhe tocarem "a orla do manto" (Mt 14, 35) ou em qualquer outra parte do seu corpo (Mc 3, 10). Os mantos eram grandes capas colocadas sobre a roupa e presas ao ombro, podendo encobrir também a cabeça, comumente usadas pelo povo judeu da época. De que poderes especiais se revestiria o tal manto? Por que razão o simples toque fez cessar a hemorragia, cuja enfermidade já perdurava 12 anos? A unção na roupa do Senhor é como uma energia poderosíssima, um raio laser. Seu poder é tremendo, é um manancial de força que vem do céu. Tudo à sua volta, inclusive Suas vestes, eram ungidos (cf. Lc 6, 19). Marcos comenta: "E toda a multidão procurava tocar-Lhe, porque saía Dele um poder que curava a todos". O manto não tinha nenhum poder, mas era o manto do Mestre. Por que tocar-lhe? Punham-se os enfermos nas praças, rogando-Lhe que os deixasse tocar, ao menos, na orla da Sua veste; e quantos a tocavam, saíam curados (cf. Mc 6, 55-56). Não era o fato de Lhe tocar as vestes que curava e, sim, o de entrar em contato com Sua unção e com o campo de poder que Dele irradiava.
E "todos" se curavam? Sim, aqueles que ofereciam condições para isso. É necessário que haja, sempre, de um lado, o médico dos médicos, do outro, três pontos chaves: a fé, a vontade, e a humildade do paciente. As curas do Senhor eram uma enxurrada que removia toda enfermidade, não importando a distância.
          A hemorroíssa passou 12 anos se achando inferior, não era ninguém e, depois de tocar em Jesus, se torna Filha. Antes, escondia o rosto, agora, seu rosto está radiante! Isto é o que Jesus tem para você hoje. Algumas vezes a cura do Senhor é lenta, como a do cego de Betesda, e reclama tratamento prolongado; outras vezes é rápida, como uma corrente elétrica. Você quer sua cura? Acredite, há poder em Jesus para curá-lo, você precisa estar receptivo ao milagre.
          Enquanto Jesus ainda falava à multidão sobre a fé daquela mulher, veio alguém da casa do chefe da sinagoga dizendo: "Tua filha já está morta; não incomodes mais o Mestre". Imagine o desânimo de Jairo, ele que estava com pressa, agora vem uma montanha cair sobre sua cabeça! Jesus, porém, ouvindo o mensageiro, acalmou a Jairo, dizendo: "Não temas! Crê somente!" Eu não sei a situação que você está passando, mas Jesus diz a você agora: "Não temas! Crê somente!"

Juninho - Missao IDE.

04
JUL

Curas Divinas (Parte 6) - A hemorroíssa.

Ela que era excluída da sociedade, foi incluída à grande família de Deus, como filha!

          Deixa-me contar-lhe uma história que ouvi um dia quando o Verbo estava sepultado:
Satanás guardava a porta do inferno, de repente, o Alfa e o Omega, o Verbo Onipotente de Deus chega. Chegou no Xeol o Príncipe da Paz, O maravilhoso! Como eu gostaria de ver está cena! Quem estava lá? Jesus se aproxima e pergunta:
- O que espera?
Abel responde:
- Espero o sacrifício perfeito.
Jesus viu Henoc e pergunta para ele:
- O que espera?
- Eu estou andando com Deus, não O vejo, não O sinto, e continuo andando com Deus. Pela fé, eu O espero!
Jesus viu um homem de cabelos brancos, era Noé, e perguntou:
- O que espera?
- Espero a arca que me levará ao céu!
Ele viu, então, Abraão:
- Olá amigo de Deus, o que espera?
- Aguardo a cidade cujo arquiteto é Deus!
Ele viu, então, Isaac e perguntou:
- O que espera?
- Espero por Aquele que vi o Seu dia e exultei!
Ele viu, então, Jacó. Ele estava mancando e andava de um lado para o outro:
- O que espera?
- Espero Aquele com o qual lutei até o raiar do dia.
Jesus anda um pouco mais e vê um homem chorando, é Jeremias, o profeta chorão!
- O que espera, Jeremias?
- Espero pelo Bálsamo de Galaad.
Ele encontra, então, Daniel e perguntou:
- O que espera?
- Espero pelo anjo que fechou a boca dos leões!
Viu, então, os três jovens que estavam na fornalha, e perguntou:
- O que esperam?
- Esperamos pelo quarto Homem, que nos salvou da fornalha ardente. Saímos de lá e não havia em nossas roupas nem o cheiro de fumaça!
Viu Malaquias e perguntou:
- O que espera?
- Espero Aquele que traz salvação em suas asas.
Encontrou Isaías e perguntou:
- O que espera?
- Espero por ver o Maravilhoso, Deus forte, Príncipe da Paz, Rosa de Saron, Lírio do vale.
          Jesus, então, exclamou: "Eu Sou o sacrifício perfeito, Aquele que, pelo anjo, fechou a boca dos leões, Sou o quarto Homem, Sou o Bálsamo de Galaad, o Maravilhoso, Deus forte, Príncipe da Paz, Rosa de Saron, Lírio do vale, o Alfa e o Ômega, o Sol Nascente, o Operador de milagres. Eu sou Jesus!" Ele é o vitorioso, o Filho de Deus, Ele pode libertar todo o cativo. Ele tem a solução para o coração mais angustiado, Ele é a alegria para os corações tristes. O Seu nome é Maravilhoso, Conselheiro, Deus forte, aleluia!
          Satanás caiu espatifado ao chão, as chaves caíram de suas mãos. Jesus tomou a chave das mãos do diabo, a chave do pecado, da doença e da morte. Satanás recebe o golpe mortal. Aleluia! O inferno foi saqueado. O céu venceu! O céu é meu!
          Você entende a mulher do fluxo de sangue? Ela ouviu falar de Jesus e foi até Ele, pois Ele é a fonte que jorra do trono! Ela ouviu, e a fé vem do ouvir e ouvir a Palavra de Deus (Rm10,17)! Dizia consigo: "Se tocar ao menos na orla do seu manto, eu serei curada". Ela estava nas trevas e achou o príncipe da Luz. Ela viu a franja da roupa de Jesus e foi. Ela acreditava que bastava um toque no fio de sua roupa, então, ela foi por detrás. Jairo estava junto com Jesus e tinha muita pressa. Porém, ela se atira toda ao chão, se joga, procurando as vestes do Senhor. Ela vê muitas franjas de roupas e pernas, mas o que ela quer mesmo é tocar, ainda que por detrás, a orla do Seu manto. Então, ela tocou em um fio da roupa de Jesus. E Jesus parou, aleluia! Em meio a uma multidão que se aglomerava ao redor do Mestre e seus discípulos, no mesmo instante, o fluxo de sangue cessou e "ela sentiu em seu corpo que estava curada daquela enfermidade". Jesus olhou para trás e exclamou: "Quem me tocou?" Ele sentiu que fora "roubado", sim alguém roubara uma cura Dele! "Quem me tocou?", pergunta o Mestre. Pedro responde: "Mestre, tantos te tocam aqui". As pessoas Te empurram, quase Te jogam ao chão! Mas o Senhor responde: "Alguém me tocou de modo diferente, me tocou com fé!" Não basta tocar o Senhor com as mãos, é preciso tocá-Lo com a fé. Eu imagino Jairo desesperado, com pressa, e Jesus parado procurando quem o havia tocado. A mulher, então, se lança aos pés de Jesus, ela se sente obrigada a contar toda a verdade. Jesus diz a ela: "Filha, tua fé te salvou. Vai em paz, e sê curada do teu mal" (Mc 5,34). Aquela que não podia andar livremente no meio do povo, pois era considerada impura, veio buscar apenas uma cura e recebeu, não só a cura, mas, salvação e paz, e, além disso, foi chamada de filha. Ela, que era excluída da sociedade, foi incluída à grande família de Deus, como filha!

Juninho - Missão IDE.

18
JUN

Curas Divinas (Parte 5) - A Filha de Jairo

A multidão queria andar com Jesus, queria tocá-Lo. Dentre a multidão está um homem chamado Jairo.

          Após a cura do possesso de Gadarenos, Jesus e os discípulos retornaram para Cafarnaum. Jesus desceu do barco e uma grande multidão o aguardava na margem. A multidão queria andar com Jesus, queria tocá-Lo. Dentre a multidão está um homem chamado Jairo. Ele era um homem importante, mas não se importa com sua imagem. Ele vem correndo e se lança aos pés de Jesus, rogando-Lhe que fosse à sua casa: "Minha única filha está nas últimas, agonizando... Vem, impõe-lhe as mãos para que se salve e viva". Esta passagem dos Evangelhos traz muitos ensinamentos. Jairo era chefe da sinagoga, portanto, uma autoridade religiosa local, um homem de alta posição, muito respeitado e importante. No seu desespero, entretanto, não titubeia em pôr-se de joelhos ante o Mestre, em atitude de adoração, conforme ressalta o evangelista Mateus, denotando uma característica comum nos processos de cura: a humildade.
          Jesus começa a andar com Jairo, que tinha muita pressa, mas as multidões que os apertavam faziam que Jesus se movesse lentamente rumo à casa de Jairo. Para piorar, aparece a mulher hemorroíssa (Mc 5,25-34). Por doze anos, padecera aquela mulher com hemorragia constante, buscando médicos e gastando todos os recursos que possuía. Nos dias de hoje, conhecemos alguns casos assim. São mulheres que desafiam os melhores recursos da medicina moderna e, a despeito dos mais eficazes tratamentos, continuam enfermas. Muitas perdem a esperança de serem curadas, mas esta não, pois foi a uma pessoa que, de fato, era suficiente: JESUS!
          Se pensarmos bem, nós somos insuficientes, nós estamos como esta mulher. Não havia ninguém que pudesse resolver o problema dela, como não há ninguém que possa resolver o problema dos nossos pecados. Esta mulher poderia pendurar uma placa no pescoço com os dizeres "sem solução". Talvez você esteja preso a algum pecado há anos e não vê solução para sair dele! Mas existe uma solução.
          Nos livros de história que já li, há várias histórias de guerras. Mas, a que mais me chama a atenção é a guerra entre Roma e o Egito, em que o império Romano encurralou os navios egípcios no próprio porto, dando fim à História de Marco Antônio e Cleópatra. Foi uma invasão avassaladora, mas, certamente, a maior vitória que a humanidade viu foi a invasão do Verbo Onipotente à terra. Ele desceu as escadas do céu, nasceu pelo poder do Espírito Santo, viveu no Espírito, foi ungido por Ele, venceu satanás, o inferno e o pecado pela força do alto!    Foram três anos avançando contra o maior poder que a terra tinha visto até então, o poder de satanás. Ele não pára, vai em frente. Os coxos marcham, os paralíticos caminham, os cegos enxergam, os mortos deixam os túmulos vazios. Jesus era o operador de milagres!

Juninho - Missao IDE.

02
JUN

Curas Divinas (Parte 4) - O Endemoniado de Gadara.

Há um poder extraordinário na voz e na Palavra de Jesus.

Ação dos demônios sobre o corpo físico
Pelo pensamento e pela vontade, o demônio age sobre as pessoas, impregnando pensamentos ruins e sentimentos negativos. É ele que sempre nos diz que nós não iremos conseguir! Ele coloca perturbações, doenças orgânicas ou psíquicas. Jesus afirma essa relação espírito-corpo nas enfermidades, ao dizer, quando curava alguém: "Os teus pecados estão perdoados", isto é, Ele ia primeiro na causa depois no feito. Não existe corpo humano sem espírito. O Homem é formado de corpo e Alma, por isso na cura não basta agir só sobre a carne ou só sobre o corpo, é preciso atingir a realidade como um todo.
Há um poder extraordinário na voz e na Palavra de Jesus. Vejamos, agora, este poder!
O endemoninhado de Gerasenos (Lc 8; Mt 8,28-34; Mc 5,1-17)
O poderoso Jesus peregrinava de cidade em cidade, de aldeia em aldeia, pregando e anunciando a boa nova, acompanhado pelos doze discípulos e por algumas mulheres, entre as quais, Maria Madalena, Joana de Cusa e Susana.(Lc 8,1-3). À certa altura, havendo se ajuntado ao seu redor grande multidão, anunciou a Parábola do Semeador (Lc 8,5-15). Os discípulos perguntaram-Lhe qual o significado, o sentido profundo da parábola. Jesus lhes respondeu: a semente é a palavra de Deus. Os corações dos homens são a terra onde ela cai; os homens ouvem a palavra de Deus com o coração, porém irão atendê-la e observar-lhe os desígnios conforme a terra é cultivada e adubada. Precisamos adubar e cultivar a terra, ou seja, preparar o nosso coração para receber a cura ou o milagre.
Um pouco adiante, no mesmo capítulo (Lc 8,26-39), vemos Jesus e os discípulos atravessando de barco o lago de Genesaré, para um ponto quase oposto a Cafarnaum, aportando à terra dos gerasenos defronte à Galiléia. Logo que saltou em terra, saiu-Lhe ao encontro um homem da cidade, possesso de demônios, que havia muito tempo não vestia roupa, andava completamente nu, não morava em casa, mas nos sepulcros; tendo sido muitas vezes preso com grilhões, cadeias e correntes. Mas, meu amado, nada o detinha. As correntes eram despedaçadas por ele. Os grilhões eram esmigalhados! Como não devia sofrer este homem atormentado pela loucura. Ninguém o podia domar, estava em grande miséria. Sempre, de dia e de noite, andava pelos sepulcros e, nos montes, ele gritava e feria-se com pedras, ele era um perigo para a vizinhança! Ninguém podia dominá-lo até aparecer O poderoso Salvador! Quantas pessoas que não estão atormentadas pela loucura da drogas, do álcool, da prostituição? Quantas pessoas não têm se ferido com estas pedras, ferindo pessoas que estão em sua volta.
Acercando-se do Mestre, disse-lhe: "Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Conjuro-te por Deus que não me atormentes!" E o Mestre, imperturbável, perguntou-lhe: "Qual é o teu nome?" E o possesso respondeu: "Legião, é o meu nome, porque somos muitos a perturbar este homem." Ordena, então, o poderoso Jesus, sem titubear: "Sai desse homem, espírito imundo!" Que grande Mestre, o Senhor veio para salvar os perdidos.
A semente é poderosa palavra de Deus. O semeador é o próprio Mestre. As semeaduras são Sua doutrina, Seus exemplos, Seu Evangelho (a Boa Nova). Jesus, portanto, é o verdadeiro e excepcional Filho de Deus, portador da semente que liberta todos nós. Ele é o Verbo que se fez carne, o Profeta dos profetas. Sabe-se, entretanto, que Jesus, o pregador ambulante nada escreveu; aliás, a única coisa que ele escreveu foi apagada na areia. Porém, suas palavras estão escritas no coração de todos os homens, onde nada poderá apagar! As multidões se espremiam para ouvi-Lo, fosse nas planícies, nas montanhas ou na beira do Tiberíades, pelas aldeias, cidades ou nas sinagogas. Jesus pregava a Palavra de Deus com poder e que poder! Passaram séculos e a boa semente continua fazendo efeito, passaram-se anos e a poderosa palavra de Jesus continua afiada a transformar e curar os corações! Como é bom viver sobre influência da poderosa palavra de Deus! No caso do possesso de Geraseno, um homem em franca subjugação pela influência de inúmeros espíritos impuros, a ponto de se apresentarem sob a identificação comum de "legião", bastou uma palavra do nosso Rei, breve e resoluta "Sai!", para atingi-lo, como um raio surgido do horizonte. Impressionante o efeito da palavra de Deus. Parece o tsunami, que quando veio, varreu a Ásia, levantou casas para o ar, colocou navios nas ruas, prédios vieram ao chão, foi um estrago. A palavra do Senhor fez com que uma legião de demônios fosse para uma vara de porcos que pastava nas imediações. O homem prontamente caiu em si, recuperando a lucidez e retornando à cidade. Jesus, que homem tremendo, que brilho em Suas palavras!
O curado assentou-se aos pés de Jesus, estava calmo e vestido. Que testemunho maravilhoso! O Geraseno tornou-se uma testemunha, pois ele anuncia em toda decápole o que Jesus fez! A multidão pediu que Jesus se afastasse da cidade: medo do poder de Deus!
A palavra que saí da nossa boca pode também fazer muito estrago, ela é um instrumento do bem ou do mal. Quando determinamos que não ficaremos curados, pode ter certeza, nada nos dará saúde! Temos que tomar muito cuidado com aquilo que expressamos, somos responsáveis por aquilo que sai de nossas bocas, a boca fala do que o coração está cheio! As palavras são expressão dos nossos sentimentos e pensamentos mais íntimos! A nossa palavra é resultado daquilo que está alojado em nosso coração. As palavras são as sementes que plantamos nos corações que nos entrecruzam o caminho. A palavra tem uma força em si, pois ela pode oprimir ou libertar.

Juninho - Missao IDE.

19
MAI

Curas Divinas (Parte 3) - O leproso

Você está pronto para a cura? A receita do leproso é: humildade, fé e vontade.

Jesus é fascinante! Ao ver as multidões com fome e sede da Sua Palavra, Ele sobe à montanha para que todos possam ver Sua beleza e ouvir Suas palavras. Sentado, Ele começa a proclamar as bem aventuranças. Que mensagem! Que beleza grandiosa! Quando o Rei desce do monte, pessoas sedentas se aproximam Dele: são os desvalidos, arrebentados, coxos, excluídos etc...
As pessoas estão em êxtase, jamais esqueceriam tais palavras e jamais seriam as mesmas após ouvi-Lo falar, pois jamais ninguém falou como Ele (passagem). Em meio à multidão, surge um leproso (Mt 8,1s). No meio do êxtase das multidões, surge um homem cheio de chagas espalhadas pelo corpo. Ele está deformado, cheio de dor. A solidão é o melhor amigo dos leprosos, pois eles são banidos da sociedade. Eles são considerados imundos, por isso vivem separados do mundo. Apesar de todo o sofrimento deste homem, apesar de toda a sua miséria, ele se aproxima de Jesus. Ele vivia em um leprosário, mas não se conformava com sua miséria, largou seus companheiros para trás e foi pedir ajuda àquele que tinha poder para ajudá-lo. Mas, de repente, aconteceu uma das cenas mais belas do evangelho: aquele homem tido como miserável, caiu de joelhos aos pés de Jesus. Seu rosto ficou por terra, ele não ousou olhar para o alto, não ousou olhar para Jesus! Está envergonhado, totalmente constrangido; mas, era um bom judeu que está na posição de adoração e joga terra sobre sua própria cabeça. E, em uma atitude de humildade e coragem, levanta o rosto e suplica: "Senhor, se queres, podes limpar-me". Que poder! Ele pede, implora!
Você consegue imaginar o que foi que Jesus viu ali? Ele é atingido pela dor daquele pobre homem, se compadece, cheio de ternura, e toca-lhe. A fé daquele homem atraiu a misericórdia e a cura do Senhor. Aleluia! Nossa fé pode atrair cura e milagre do Redentor! Nossa fé pode atrair o sangue do cordeiro, a unção do alto!
Talvez você esteja dizendo: "Quem se importa comigo?"
Jesus se importa contigo! Ele diz: "Eu quero, sê curado! E toca nele. Só Jesus ousou tocar naquele homem e quer tocar em você agora! Que fantástico, quando Jesus contempla um surdo e mudo, Ele chega a suspirar (Mc 6,34). Ele participa da dor dos seus! Como Ele se compadeceu diante do sepulcro de Lázaro! Jesus pode e quer curar você hoje. Jesus é o mais perfeito homem que pisou neste planeta. Ele é o magnetizador, existe Nele não uma corrente elétrica, mas uma corrente de unção! O Seu poder é tremendo. A lepra é um tumor maligno, onde a pele está corrompida. Jesus toca no leproso, a unção que sai do meu Senhor vai criando nele pele e carne novas. Que tremendo! Pela manhã do dia, quando o sol raiou, este homem era uma criatura sem poder conviver com os homens, era um leproso mais morto do que vivo; agora, este homem, que era cheio de lepras (Lc 5,12), está limpo, feliz, sem dor. Como é bom vivermos sem dor. Só quem tem dor sabe como é difícil conviver com a doença! Agora ele está restabelecido e com seus amigos e parentes.
Jesus vê, no leproso, grandes qualidades: humildade (ele caiu de joelhos), fé viva no poder de Jesus (a ponto de atrair o milagre do Senhor), vontade (a ponto de ir ao Senhor, largando a aldeia de leprosos para trás e dizendo: "Podes curar-ME"). Ele pedirá especificamente para ele! Você está pronto para a cura? Aí está a receita do leproso: humildade, fé e vontade. Ele pediu e foi curado, sabia do grande poder que estava à sua disposição. Talvez você não receba o seu milagre porque não pede! Jesus curava até mesmo os seus inimigos. Quando foram prender Jesus no horto das Oliveiras, Pedro sacou da espada que trazia e feriu o servo do sumo sacerdote, cortando-lhe a orelha direita, mas Jesus interviu dizendo: "Deixai, basta", e tocou a orelha e ele ficou curado (cf. Mt 26, 47-56). Se ele cura com um toque até mesmo seu inimigo, imagine você que é seu amigo!

Oração: "Senhor, se queres, podes me curar! Senhor, Tu queres e tens poder para isto, por isto, Te peço, não só por mim, mas por todo o mundo que está com lepra! Já posso te ver Senhor, tocando as realidades mais tenebrosas do mundo. Toca, Senhor, em milhares de doentes que, neste momento, estão acamados em diversos leitos de hospitais. Vai tocando, vai com Teu balsamo, Ó Deus, cura, liberta e salva todas as pessoas que estão com dores neste momento." (Faça um oração espontânea para aquelas pessoas que estão enfermas das quais você se lembra agora)

Juninho - Missao IDE.

13
MAI

Curas Divinas (Parte 2) - Jesus cura a todos, às vezes só com um toque!

Jesus é o operador de milagres que percorria todas as cidades. Com grande compaixão, Ele curava a todos que eram atraídos por Ele.

O fantástico Jesus cura a todos, às vezes só com um toque!

1) "Depois do pôr-do-sol, todos os que tinham enfermos de diversas moléstias os traziam. Impondo as mãos, os curava" (Lc 4,40). A bíblia diz que Ele curava a todos os doentes, desde curas leves a curas graves. Para Jesus, curar o corpo era algo de muito importante, pois diz respeito ao ser humano; e tudo que diz respeito ao ser humano, diz respeito a Jesus. A cura era algo essencial no ministério de Jesus e nunca podemos perder isto de vista.
2)"Jesus andou fazendo o bem e curando todos os oprimidos do demônio, porque Deus estava com ele" (At 10,38). E Deus está conosco?
3) "Jesus percorria toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, curando todas as doenças e enfermidades entre o povo" (Mt 4, 23).
4)"Jesus percorria todas as cidades e aldeias. Ensinava nas sinagogas, pregando o Evangelho do reino e curando todo o mal e toda enfermidade" (Mt 4,35).
5) Jesus teve compaixão das multidões, então deu poder e autoridade aos seus discípulos pra curar e expulsar os demônios, e purificar os leprosos (Mt 10,5-10).
6) "Uma grande multidão o seguiu, e ele curou todos os doentes" (Mt 12,15b).
7) "Quando desembarcou, vendo Jesus essa numerosa multidão, moveu-se de compaixão para com ela e curou seus doentes.
8) "Rogando-lhe que ao menos deixasse tocar na orla de sua veste". E, todos aqueles que Nele tocaram foram curados (Mt 14,36).

Jesus é o operador de milagres que percorria todas as cidades. Com grande compaixão, Ele curava a todos que eram atraídos por Ele. Ele não era um simples curandeiro em busca de publicidade, mas o Filho de Deus, cheio de compaixão pelos doentes. Bastava um toque Seu, ou um toque em Suas roupas para milagres acontecerem. Por quê?
Porque o efeito da cruz já agia de forma retroativa. No calvário, Ele levaria os pecados da humanidade. Mas, durante o ministério público de Jesus, muitas pessoas experimentaram, por antecipação, as bênçãos do calvário. De quantas pessoas Ele não cancelou o pecado, tendo em vista a cruz! A mesma coisa vale para a cura. Jesus levou, também, as enfermidades no calvário. Por isso Ele curava, tendo em vista a obra da cruz. Ele tomou as nossas enfermidades e, graças às suas chagas, fomos curados. (Is 53,5b).
Certa vez, eu estava na rádio e, durante a pregação, o Senhor colocava que estava curando uma pessoa paralítica. Uma senhora (D. Lurdes), que ouvia a pregação, tomou posse dessa palavra: "fomos curados graças às suas chagas" (Is 53,5b). Ela começou a repetir esse versículo, saltou da cama e começou a andar. Foi uma alegria, o dia em que eu andava pela cidade, ela me encontrou, me abraçou e me deu esse testemunho.

Juninho - Missão IDE.

23
ABR

Curas Divinas (Parte 1) - O cego de nascença

Você é importante para Jesus! Você é a coisa mais linda que Jesus tem neste mundo!
Você é importante para Jesus! Você é a coisa mais linda que Jesus tem neste mundo!
Não quero que você ache este estudo profundo, mas desejo que você acredite no que o mesmo diz!
Iniciamos nesta semana uma formação sobre "Curas Divinas", faremos este estudo em partes. Começando, então, pelas Condições para a Cura.

Parte I - Condições para a cura: a importância da fé

Jesus sempre dizia ao curar alguém: "tua fé te salvou", "se tiveres fé..."
A fé, portanto, não é uma virtude mística, ela não vem pelo esforço do homem, mas é um dom de Deus, uma força atrativa, ou seja, atrai o poder de Deus, atrai a força divina para as nossas necessidades.
Quando o enfermo não tem essa fé, é como se ele tivesse um escudo que o impede de receber a graça de Deus. É como uma força repelente, ou pelo menos uma força que o deixa paralisado, que impede a ação de Deus em sua vida! Podemos entender, agora, porque Jesus, ao curar alguém, dizia: "se tiveres fé" ou "a tua fé te salvou". Não basta a fé, é necessária a fé em uma pessoa. Veja que tremendo:
Pedro disse em Pentecostes: "Israelitas, ouvi estas palavras: Jesus de Nazaré, homem de quem Deus tem dado testemunho diante de vós com milagres, prodígios e sinais que Deus por Ele realizou no meio de vós como vós mesmos sabeis" (At 2,22).
Aleluia, o Rei tem poder maravilhoso e infinito, poder útil ao nosso dispor, e de todos que clamarem por Ele, Ele tem poder e autoridade sobre:

• o corpo dos homens, para curá-los a um simples toque Seu, para curar à distância (por palavra de longe) e para ressuscitar da morte (Mt 8, 1,17; 9,18-31)
• a natureza (Mt 8,23-27)
• os demônios (Mt 8,28-34;9,32-31)
• o pecado, Ele pode perdoar pecados (Mt 9,-8)
• o coração dos homens (Mt 9,9-13)

Vamos contemplar o Mestre curando leprosos. A lepra simboliza o pecado, é repugnante, contagiosa e incurável.
Vamos contemplá-lo curando paralíticos. A paralisia faz-nos pensar em nossa paralisia e inércia espirituais.
Vamos contemplá-lo curando a sogra de Pedro. A febre do corpo lembra a febre do espírito, o desassossego, a falta de paz, a ira.
Vamos contemplá-lo libertando demônios, aleluia! Ele pode quebrar nossas algemas. O demônio escraviza a alma e o corpo, mas Ele tem poder para nos livrar.
Jesus curava apenas pelo olhar e pela palavra.
Existe um tremendo magnetismo em Jesus, basta um olhar Dele ou uma palavra Sua para ocorrer maravilhas. Além disso, há uma tremenda unção e poder que emana Dele. Ele é o operador de milagres. Ele dirige Sua unção para o enfermo, embora sem tocá-lo ou usar qualquer outro recurso material, Ele faz a obra no enfermo, basta que o doente esteja aberto à ação soberana do Redentor do mundo, isto é espetacular!
Havia um paralítico no tanque de Betesda (Jo 5, 1-9), que ficava esperando o anjo que movimentava a água, pois toda vez que a mesma era movida, o primeiro enfermo que entrasse nela seria curado. Desse modo, os enfermos disputavam entre si, para entrar em primeiro lugar na água. Porém, não tinha ninguém para colocar aquele paralítico na água.
De repente, Jesus se aproxima e indaga:
- Queres ficar curado?
Ele responde:
- Senhor não tenho ninguém que me ponha no tanque!
Ele não tinha ninguém que o colocasse no poço e, o pior: o mais belo homem do mundo está à sua frente, o príncipe da paz, o operador de milagres, e ele nem consegue pedir a cura ao Senhor! Tão perto de Jesus e tão fechado para a cura! Então Jesus olha para ele e, com um olhar doce, ordena: "levanta-te, toma o teu leito e anda"! O poder e a unção irradiam do Senhor e imediatamente o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar.
Que diferença deste paralítico para o cego Bartimeu (cf. Lc18, 35). Bartimeu era um homem desejoso de colocar os olhos no mundo, ele queria ver as cores da vida! A Bíblia diz que Jesus ia entrando em Jericó e Bartimeu estava à beira do caminho, ele não estava no caminho, mas à beira do caminho! Ele era cego.
Quantas pessoas que não enxergaram e que gostariam de ver. Ele estava mendigando, tudo que ele tinha era um manto em suas mãos. O mundo havia lhe tirado tudo o que possuía. Ouvindo Jesus que passava, perguntou: "O que isto?" Ele não podia ver, mas podia ouvir e falar. Ele aproveitou bem os dons que possuía. Ele começou a clamar: "O que é isto? O que se passa? O que se passa?"
Hoje, multidões estão seguindo a Jesus de Nazaré. Você já parou para perguntar: "O que é isto? O que se passa?"
É Jesus de Nazaré que passa. A informação foi espetacular, não podia ser melhor. A informação virou uma pregação fulminante, é Jesus de Nazaré que passa! Ele dependia dos outros para receber a informação, não podia ver, mas aquela simples informação virou fé. A fé vem do ouvir e ouvir a palavra de Deus (cf. Rm 10,17). Você pode vê-lo? Ele é real e está aí do teu lado agora! Ele sempre passa no meio do povo! Ele anda no meio do povo sem seguranças, com toda humildade do mundo!
Bartimeu começa a gritar: "Jesus, Filho de Davi, tenha compaixão de mim"! Feliz hora que ele gritou!
Hoje é o dia do seu milagre, comece a gritar com tua alma: "Jesus, filho de Davi, tem compaixão de mim". Ele já enxergava a Jesus, pois o chamava de Filho de Davi, a multidão em sua volta continuava cega! Ele já acreditava com sua alma! A multidão gritava para Bartimeu: "cala a boca"! Ele gritava ainda mais alto: "Jesus, filho de Davi, tem compaixão de mim!".
Que diferença de gritos! Foi a melhor coisa que ele que poderia ter feito. Talvez fosse a última vez que ele o veria e não podia perder esta oportunidade. A multidão o repreendida, mas Cristo não! O mundo pode recriminar você, dizendo que você ora muito, ou ora errado, mas Cristo não, ele ouve a sua oração.
E a certeza vence a dúvida, e Bartimeu não se intimida e grita mais alto:"Jesus, Filho de Davi, tenha compaixão de mim".
Jesus, ao ouvir aqueles gritos, parou! Jesus parou! Nós ficamos abismados com Josué que orou e parou o sol, mas este homem conseguiu parar o próprio Deus! Veja como a fé é capaz de não só atrair o olhar de Deus, mas o próprio Deus! Ele ia para Jerusalém com pressa, mas teve tempo para parar e chamar Bartimeu!
O Evangelho de São Marcos narra que os discípulos disseram: "coragem, levanta-te, Ele te chama". Aqueles que repreendiam o cego foram levar o recado de Jesus a ele. Há uma tendência em repreender aquelas pessoas que se mostram mais ousadas. Mas aqueles homens mudaram de atitude quando Jesus o mandou chamar. A persistência daquele cego evidencia sua fé. A fé de Bartimeu atraiu o olhar do Senhor e a sua atenção!
Bartimeu, ouvindo isto, levantou-se e lançou fora a capa. Perceba que a capa era a sua única posse e ele abriu mão dela por um bem maior. Ele foi tropeçando pelo caminho, aproximou-se de Jesus e venceu todos os obstáculos! Ficou frente a frente com Jesus. O Mestre viu que ele era cego, mas perguntou-lhe: "o que queres que Eu te faça?" Aqui temos um ponto muito forte. Jesus sabia o que ele queria, mas deu-lhe uma carta branca para pedir o que quisesse. Ele não pediu dinheiro, pois tinha um alvo maior. Jesus está te dando uma carta branca, para você pedir o que você quiser!
Disse então ele: "Senhor, que eu veja".
Pense naquilo que você deseja e proclame com fé. Nossas orações precisam ser determinadas! É interessante a conexão que há entre a cura e a alma. Ele diz: "SENHOR". Não basta ter Jesus como Salvador, mas é preciso tê-Lo como Senhor e isso significa que eu vou obedecer ao meu mestre até o fim. Ele salvou minha vida, e minha alma também!
Bartimeu havia largado a capa, não tinha mais nada a perder. De repente, o Senhor olha para Ele e diz: "vê". O mendigo desejava a cura e agarrou esta oportunidade e passou a ver Jesus. "vê"! Apenas uma palavra e o milagre acontece. Apenas uma palavra! Que fantástico! Aquele homem confiava no poder operador de Jesus para fazer o impossível. Jesus deseja o mesmo de nós.
"A tua fé te salvou!" Meu amado, veja o que a tua fé é capaz de fazer e ela está dentro de você, ela não é fruto da inteligência, mas da alma. Muitos dizem que isto é mágica. Mas não, é verdadeiramente a fé que atrai a ação de Deus. Portanto: "todo o povo glorificava a Deus." E o mendigo não volta a mendigar, mas segue a Jesus agora. Ele não está à beira do caminho, mas está no caminho. O mundo conhecerá Jesus ao nos ver no caminho, louvando, glorificando e exaltando a Deus!
Que maravilha, com certeza esta cura aumentou a fé da multidão. Hoje o Senhor vem fortalecer a sua fé! Convido você a orar comigo:

Oração: "Senhor amado, quero parecer-me com Bartimeu, que, apesar da cegueira, reconheceu que Tu eras o Messias, diferentemente da cegueira espiritual dos Teus discípulos. Sem ver, ele já sabia que Tu eras o Filho de Davi. Como Bartimeu, nesse momento, não quero calcular a distância para chegar a Ti, mas quero invocá-lo e Te pedir por um milagre." (peça espontaneamente o seu milagre a Deus).

Juninho - Missão IDE
11
ABR

A Kénosis da Trindade.

Toda a vida de Jesus foi uma vida kenótica, pois Ele se fez um com o outro, viveu para o outro.
Amados, nosso Deus é Uno e Trino... Trindade é revelação última e plena do nosso Deus todo-poderoso. Como pode um só Deus e três pessoas! Mistério? Não! Isso é o mistério! E esse mistério é a revelação central da fé cristã. Todas as outras verdades são decorrentes dessa verdade suprema.
Deus escolheu uma maneira para se manifestar à humanidade, e o caminho por Ele escolhido recebe o nome de Kénosis. O Pai onipresente, o Verbo onipotente, o Espírito Onisciente querem se manifestar ao mundo. Eles, ou melhor, Ele (a Trindade) quer se revelar e agir na história. Sendo Ele o todo-poderoso, era de se esperar que viesse ao mundo com toda a pompa dos imperadores e reis, mas não... Deus se aproximou do ser humano de uma tal maneira que em Jesus se tornou humano.
Sendo assim, podemos dizer que a cruz é a expressão máxima da Kénosis do Filho. Mas o que é kénosis? Kénosis é sair de si, ir ao encontro do outro, aproximar-se do outro. Aliás, toda a vida de Jesus foi uma vida kenótica, pois Ele se fez um com o outro, viveu para o outro. A kénosis do Pai talvez tenha sido a mais dolorida, pois Ele viu o seu Filho crucificado e ficou no céu aniquilado, sem poder fazer nada... O Pai se despoja inteiramente por amor a nós. Ele abre mão de ser o Pai todo-poderoso, o Pai glorioso, para ser o Pai amoroso, que vai ao encontro do homem com o sangue de Seu Filho nas mãos...
Creio que a kénosis mais difícil foi a do Espírito. Na descida em pentecostes, Ele quis ficar oculto dentro do Homem!!! Ele escolheu agir hoje por meio das limitações, da nossa realidade humana que é frágil e pecadora...
É preciso lembrar que em Deus sempre há um movimento kenótico. Uma pessoa da Trindade está sempre inteira dentro da outra. É a chamada pericoresis: O Pai, o Verbo e o Espírito Santo estão inteiros um dentro do outro. É a comunhão trinitária, ao passo que qualquer obra de Um é a obra singular da Trindade. Foi Jesus quem morreu na cruz? Sim, mas Ele estava completamente mergulhado no Pai e no Espírito. Assim, podemos dizer que, quando Jesus morria, era Deus que morria, quando era sepultado, Deus era sepultado.
Deus nos chama a uma espiritualidade kenótica: aquela que nos faz sair de nós mesmos e ir ao encontro do outro, fazendo-nos um com o outro, vivendo para o outro. Somos chamados a nos configurar em Jesus, assemelhando-nos a Ele em tudo. Devemos nos perder em Jesus e ser nada, para que Ele seja tudo em nós!
É preciso dobrar os joelhos diante daquele que se aniquilou que se esvaziou que se despojou, para que tenhamos vida e possamos adorá-lo.

Oração: Senhor faça em nós a tua vontade para que possamos ser como Maria, despojados de nós mesmos e voltados para o outro!

Seu pequeno irmão na fé,

Juninho - Missão IDE

07
ABR

A força do amor.

Não deixe nada apagar o fogo do amor de Deus que está em teu coração!

          Meu amado olhe para dentro de si e descubra sua vocação: o amor. Você é chamado para amar. Seu coração está repleto do amor do Pai e com este amor você pode amar mais pessoas. Deus é amor... ( Jo. 4,8), onde Deus está ali está o amor!
          Jesus pediu que amássemos uns aos outros. Podemos fazer grandes coisas, porém se nos faltar o essencial que é amar, com certeza não estaremos agradando a Deus. Como disse Santa Tereza: o que importa não é o valor de nossas obras, mas o quanto de amor com que elas são realizadas, em outras palavras você pode dar sem amar, mas não pode amar sem dar. O amor nos leva a alimentar, vestir, visitar e dar de beber ao nosso inimigo. Quem ama não quer dominar a ninguém, o amor envolve mais o dar-se do que o afirmar-se..
          O amor nos coloca ao lado dos pobres e necessitados. O amor coloca o outro em destaque. O amor é a força que nos move em direção ao outro por completo. Não nos amemos por palavras mais em atos e em verdade (1 Jo. 3, 18). O amor de Deus está em seu coração e opera no seu íntimo levando-o a amar e a dar-se sem jamais exigir. O amor é mais forte que a morte, não fraqueja diante da morte, envolve leprosos, criminosos, inimigos, arrogante, pecadores, ricos e pobres. O amor não tem preconceito de cor, raça e religião!
          Onde não há tolerância e perdão não há amor! Há dois verbos que sempre acompanham o amor: perdoar e dar! Meu amado que aproveitem de você por causa da sua docilidade, prefira perder que ofender o seu irmão. Madre Tereza de Calcutá disse: um coração alegre é resultado normal de um coração ardendo de amor!
           Não deixe nada apagar o fogo do amor de Deus que está em teu coração!

Juninho - Missão IDE

30
MAR

Os pobres de Deus.

"Comece fazendo o que for necessário, depois o que é possível, e de repente estarás fazendo o impossível pelos outros” (São Francisco de Assis).

Eu deveria ter uns nove anos de idade e assistia a um filme sobre São Vicente de Paulo. Ao ver aquele santo ajudando as pessoas, no meu coração ardia o desejo de ajudar os pobres. Mas como poderia ajudar sendo eu um pobre também, mal tinha o que comer em casa.
Os anos foram se passando e outro santo impactou a minha vida: São Francisco de Assis, o Fratello dos pobres. Ele era rico e foi viver entre os leprosos e marginalizados do seu tempo causando o maior impacto em Assis. Questionado por Rufino e Leão, por que ele largou tudo que tinha para ficar com o nada (o bando de leprosos), ele respondeu: eu não larguei o tudo para ficar com o nada. Eu larguei o nada para ficar com o TUDO. Para ele o bem material que tinha era um nada, e os pobres eram o tudo, por que era o próprio Jesus Cristo seu bem supremo.
Jesus de Nazaré me disse: Juninho desça a favela, desça a favela...desci....
A minha SENSAÇÃO É QUE ENCONTREI O VERDADEIRO ROSTO DO CRISTO, PARECE QUE NÃO CONHECIA JESUS. Várias vezes eu senti Jesus em fortes momentos de oração, e o senti na eucaristia, na palavra, nos sacramentos. Mas agora, eu o vi, nos pobres, nos Fratellos, desfigurados como na cruz, sem beleza, para atrair nossos olhares. Ontem, eu desci mais uma vez na favela. Ao se aproximar de mim um menino, eram duas horas da tarde: tô com fome, não tomei café ainda. Fui em uma casa que estava destelhada, pois a chuva tinha levado todo o telhado, outra casa a senhora não conseguia levantar as mãos por causa da sua doença... sua casa era de barro. Jesus estava sem teto, passando fome, não toma café. Ao voltar da favela, muita gente me diz: "cuidado Juninho tem muito aproveitador na favela".
Amado (a), a única coisa que vi até agora é Jesus passando fome, e descobri que não se ama atrás de nossas mesas......falando do pobre. É preciso falar com o pobre, comer com ele, beber do mesmo prato e do mesmo copo, pois Cristo está no pobre. Não são pobres são fratellos!!!!!!!!!!!!!!!!!!
"Comece fazendo o que for necessário, depois o que é possível, e de repente estarás fazendo o impossível pelos outros" (São Francisco de Assis).

Juninho - Missao IDE

28
MAR

Solidariedade com os pequenos.

Hoje nos falta um projeto de solidariedade.

"Os pobres deveriam ser os trapos, os farrapos e os rabicós da humanidade. Mas Jesus não os deixa desta maneira. De um material que você lançaria fora como inútil, Ele forma pessoas fortes, devolvendo-lhes seu respeito próprio, capacitando-os para se sustentarem em seus próprios pés e olharem a Deus nos olhos. Eles eram objetos acovardados, encolhidos, quebrantados. Mas o Filho os libertou!" (Orígenes, séc. III)
Falta nos dias atuais uma sensibilização que nos leve a ficar indignados diante da realidade social. Acreditamos que não é hora de termos apenas compaixão com aqueles que estão caídos à beira do caminho, mas é necessário uma misericórdia libertadora, que proporcione a todas as pessoas a satisfação de suas necessidades básicas.
Sabemos que o problema da miséria no Brasil é estrutural, pois atinge todo mundo, porém, não queremos ser um profeta com a voz desencarnada da realidade, queremos construir um Brasil novo e a nossa solidariedade é a solução.
Hoje nos falta um projeto de solidariedade. Precisamos mobilizar os mais diversos grupos sociais para as necessidades mais urgentes de nosso povo. Nós podemos ser um "Simão de Cirene" para ajudar milhares de pessoas sofridas que carregam uma cruz sem merecer. São milhares de pessoas que estão marcadas pela morte, pela violência e pela fome. Estão matando a esperança de nossas crianças. Temos consciência que hoje existem muitas crianças abandonadas e maltratadas pelos próprios pais, sem ter o que comer ou onde morar. Ficamos horrorizados com as grandes guerras que existem, mas somos indiferentes com a miséria do nosso próximo.
Há uma certeza em nossos corações: que a criança e o adolescente são os elos mais fracos e expostos da sociedade, embora sejam diferentes na aparência, na maneira de vestir, no tamanho, no peso, na cor dos olhos e da pele, todas são iguais e têm direito a uma vida digna, alimentação, moradia e estudo. Acreditamos que para isso o caminho é a solidariedade, não uma solidariedade elitista como exercem alguns segmentos da sociedade, mas uma solidariedade sem exclusão, ou seja, para todos.

Juninho - Missao IDE.

11
MAR

No ano novo vida nova?

No novo ano tudo vai ser diferente! Passam-se três meses e tudo continua igual, nada mudou, mas por quê?

No Ano Novo Vida Nova?

"No novo ano tudo vai ser diferente! Vou arrumar tal emprego, vou largar o cigarro! Vou comprar um carro". Passam-se três meses e tudo continua igual, nada mudou, mas por quê? Você também tomou resoluções desse tipo, usando a mudança de ano como data para uma virada em sua vida?
A data da virada de ano não tem poder de mudar minha vida!! Minha vida pode mudar por dois motivos: 1) se eu mudar ou 2) se eu mudar para Jesus. A cada novo ano muitas pessoas tomam resoluções radicais para suas vidas. É claro que a mudança de ano traz certa aura de transformação, levando-nos a crer que a partir do próximo ano tudo será diferente! Vou fazer ginástica, vou parar de fumar, vou largar as drogas. Algumas pessoas, à meia noite, em algum lugar do país, completamente drogadas estão dizendo: é a última vez!
Passaram-se três, quatro meses e não está fazendo ginástica, não mudou de emprego, não largou o cigarro. Por quê? Fica esperando o próximo ano, fica esperando o movimento das águas mais uma vez. O que sobra de todos esses bons propósitos? O que resta das decisões tomadas em datas aparentemente significativas? Do último ano quantos propósitos... Porque não honramos a nossa palavra para conosco mesmo?
Pedro garantiu certa vez a seu Mestre: "Ainda que me seja necessário morrer contigo, de nenhum modo te negarei" (Mt 26.35) - mas ele falhou vergonhosamente. Será que o comportamento desse discípulo não espelha nossos próprios propósitos vãos? Será que também nós não falhamos repetidamente? Paulo escreve: "Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço" (Rm 7.19).
Muitos de nós procuramos desculpar e minimizar nossas falhas, dizendo: "Paulo também era assim..." Mas ele, nessa passagem, procura apenas demonstrar a luta entre o bem e o mal dentro de cada um de nós. Em outras passagens fica muito claro que ele estava empenhado com todas as suas forças em viver vitoriosamente. Paulo prosseguia em direção ao objetivo, em direção a Cristo: "... prossigo para o alvo..." (Fp.3,14). Precisamos ir atrás de nossos propósitos. Vá atrás do seu sonho, amado, lute, não desista. Precisamos ser firmes nas decisões que tomamos.
A chave para a vida vitoriosa do profeta Daniel estava muito bem definida. Ele também chegou ao ponto em que tomou uma resolução: "Resolveu Daniel, firmemente, não prestar culto a outro Deus que não fosse o de Israel, nem que para isso ele fosse atirado à cova dos leões, e contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia" (Dn 1.8). Daniel conseguiu colocar sua resolução em prática porque, mesmo sob ameaça de morte, em nenhuma circunstância deixou de orar três vezes por dia ao seu Deus: "três vezes por dia, se punha de joelhos, e orava, e dava graças diante de seu Deus, como costumava fazer". Esse hábito era algo natural para ele. Era um homem de propósitos.
Estamos dispostos, temos o firme propósito de deixar de lado maus hábitos e velhos defeitos. Dizemos a nós mesmos: "A partir de 1º de janeiro vai ser para valer!" Mas falharemos vergonhosamente mais uma vez se apenas deixarmos os maus costumes de lado, sem nos habituarmos a levar uma vida realmente voltada para Deus.
Amado(a) se você mudar para Jesus tudo será diferente. Esta é primeira mudança que você precisa fazer. Como está a tua comunhão com Deus, a leitura da Sua Palavra, sua oração?

Amado(a) com Jesus tudo pode ser mudado!

Juninho - Missão IDE

08
MAR

Jesus se importa contigo! (Lc.5,12).

Você está pronto para a cura? Aí está a receita do leproso: humildade, fé e vontade.

           Jesus se importa contigo! Ele diz: "Eu quero, sê curado! E toca nele. Um toque de amor! Só Jesus ousou tocar naquele homem e quer tocar em você agora! Que fantástico, quando Jesus contempla um surdo e mudo, Ele chega a suspirar (Mc 6,34). Ele participa da dor dos seus! Como Ele se compadeceu diante do sepulcro de Lázaro! Jesus pode e quer curar você hoje. Jesus é o mais perfeito homem que pisou neste planeta. Ele é o magnetizador. Existe Nele não uma corrente elétrica, mas uma corrente de unção! O Seu poder é tremendo. A lepra é um tumor maligno, onde a pele está corrompida. Jesus toca no leproso, a unção que sai do meu Senhor vai criando nele pele e carne novas. Que tremendo, pela manhã do dia, quando o sol raiou, este homem era uma criatura sem poder conviver com os homens, era um leproso mais morto do que vivo. Este homem que era cheio de lepras (Lc.5,12), está limpo, feliz, sem dor. Como é bom vivermos sem dor. Só quem tem dor sabe como é difícil conviver com a doença! Agora ele está restabelecido e com seus amigos e parentes.
           Jesus vê, no leproso, grandes qualidades: humildade (ele caiu de joelhos), fé viva no poder de Jesus (a ponto de atrair o milagre do Senhor), vontade (a ponto de ir ao Senhor, largando a aldeia de leproso para trás e dizendo: "Podes curar-ME"). Ele pedirá especificamente para ele! Você está pronto para a cura? Aí está a receita do leproso: humildade, fé e vontade. Ele pediu e foi curado. Sabia do grande poder que estava à sua disposição.Talvez você não receba o seu milagre porque não pede! Jesus curava até mesmo os seus inimigos.
           Quando foram prender Jesus no horto das Oliveiras, Pedro sacou da espada que trazia e feriu o servo do sumo sacerdote, cortando-lhe a orelha direita, mas Jesus interviu dizendo: "Deixai, basta" e tocou sua orelha e ele ficou curado (cf. Mt. 26, 47-56). Se Ele cura com um toque até mesmo seu inimigo, imagine você que é seu amigo!


Oração: "Senhor, se queres, podes me curar! Senhor, Tu queres e tens poder para isto, por isto, Te peço, não só por mim, mas por todo o mundo que está com lepra! Já posso te ver Senhor, tocando as realidades mais tenebrosas do mundo. Toca Senhor, em milhares de doentes que, neste momento, estão acamados em diversos leitos de hospitais. Vai tocando, vai com Teu balsamo. Ó Deus, cura, liberta e salva todas as pessoas que estão com dores neste momento." (Faça um oração espontânea para aquelas pessoas que estão enfermas das quais você se lembra agora).

Juninho - Missão IDE.

28
FEV

Libertos da acusação ( Jo 9,1-4).

Abra os olhos e comece a enxergar.

Olá meu amado(a),
O nosso tema de hoje é libertos da acusação.
Os discípulos de Jesus viram um homem que era cego de nascença. Perguntaram a Jesus: "Mestre, quem pecou, este homem ou seus pais, para que nascesse cego"? Amado(a) quem faz esta pergunta são os discípulos de Jesus. Eles estão dizendo que se ele está doente é porque fez alguma coisa errada! E como hoje tem gente que pensa assim, se você está doente, é porque você, ou seu pai ou, talvez na outra reencarnação fez algo errado. Têm pessoas que passam a vida procurando culpados. Amado(a) que mudança pode ocorre debaixo dessa culpa? Às vezes julgamos, condenamos, sufocamos tanto o outro que não sobra espaço para mudança.
Precisamos lançar sobre o outro e sobre nós mesmos um olhar de misericórdia, e é com este olhar que Jesus se aproxima deste homem.
Jesus diz a seus discípulos: "Nem este pecou nem seus pais, mas é necessário que nele se manifeste a Glória de Deus". O olhar misericordioso de Jesus consegue fazer com que o cego de nascença se distancie desta acusação injusta sobre ele, que o aprisionava. Jesus o liberta da prisão exigida pelos outros.
Amado(a) quantas vezes nós também somos prisioneiros de palavras e o olhares de outro. É a palavra do marido, do chefe, até mesmo de nossos pais que nos persegue. Palavras e olhares que nos fazem sentir a pior pessoa do mundo. Querido(a) a vida passa rapidamente, não fique preso nessa culpa. Jesus já te perdoou. Lance um olhar inteligente sobre você e recomece sua vida! Faça como este cego: abra os olhos e comece a enxergar. A vida é bela e vale a pena ser vivida. Que Deus te abençoe!

Juninho - Missão IDE

06
FEV

Amor e compaixão.

Seja mais humano, mais bondoso, mais justo, mesmo que não te compreendam e te julguem!

O meu coração está queimando... Não consigo dormir! São 2 horas da manhã.
Deus aperta o meu peito e me diz:
"Juninho: ame, ame, ame... Não julgue as pessoas de outras religiões, não são seus inimigos! Ame os evangélicos, ame os budistas, ame os espíritas, ame os mulçumanos, ame os meus filhos!"
Fiquei pensando... Eles são seres humanos como eu, imagem e semelhança de Deus.
Amado(a), a parte mais importante da espiritualidade é o amor aliado à coragem, pois é precioso ter coragem para amar. É nadar contra a maré, nadar contra os modelos pré-fixados.
Muitas vezes, cada um de nós se "sente" mais importante que as pessoas de outras religiões, por que achamos que a nossa religião é melhor do que a outra, somos os únicos salvos, os únicos eleitos e por causa disso, quanta guerra religiosa, quantas palavras ditas sem amor dentro dos templos religiosos, quantas palavras movidas por motivos mesquinhos, por motivos financeiros. Palavras de raiva, de ódio, sem vida, que matam, que destroem, que denigrem o outro, que humilham o próximo, que difamam aquele que é imagem e semelhança de Deus!
Nós colocamos o defeito do outro em destaque e escondemos suas virtudes. Quanta intolerância religiosa!
Essa intolerância é uma doença que está instalada em nossos corações, está dentro de nós! Olhamos para o outro como os fariseus que olharam para aquela mulher pega em adultério (Jo 8,1ss) e queremos atirar pedras também!
Achamos que somos melhores que o outro porque não sondamos nosso coração e não enxergamos que temos pecado também.
Que ferida!
Amado(a), esta chaga, só será curada com amor. Nem tudo é joio no outro e nem tudo é trigo em mim. O trigo e joio estão misturados em nossos corações.
O Concílio Vaticano II nos ensina que a semente do Verbo está espalhada em todas as religiões e é uma verdade! Uma coisa fantástica é que todas as grandes tradições ensinam que deve-se AMAR O PRÓXIMO!
Sou Católico e não me sinto melhor que nenhuma outra pessoa deste mundo, não me sinto melhor que ninguém. Eu preciso amar a todos, minha vida precisa transpirar amor, não quero julgar ninguém por causa da sua religião! Acredito que Jesus deseje que eu ame a todos e que eu respeite a todos sem recriminar ninguém!
Todo ser humano tem um valor inestimável e eu não posso desprezá-lo só porque ele não é da minha religião. Qualquer ofensa a um ser humano, só porque Ele professa um outro credo, é uma ofensa ao próprio Deus!
Seja mais humano, mais bondoso, mais justo, mesmo que não te compreendam e te julguem!
Tratar os outros como gostaria que me tratassem não me faz menos Católico, ao contrário, me faz mais Cristão, mais parecido com Jesus, assim como foi São Francisco e Madre Tereza de Calcutá.
Amado(a), AME!!!
Você consegue!


Juninho - Missão IDE

 

 

05
FEV

Um toque de amor ( Mt 8,1-4).

O amor sempre acolhe, nunca rejeita, nunca exclui.

Olá amigos(as)!
O Nosso tema de hoje é um toque de amor!
Jesus acaba de proclamar as bem aventuranças, que mensagem belíssima! Quando o Mestre desce do monte, pessoas sedentas se aproximam Dele. São os desvalidos, arrebentados, coxos, excluídos. As pessoas estão em êxtase, jamais esqueceriam tais palavras, pois jamais ninguém falou como Jesus.
No meio do êxtase das multidões, surge um homem com lepra cheio de chagas espalhadas pelo corpo. Ele está deformado, cheio de dor, vive na solidão, rejeitado pela sociedade. Apesar de todo o sofrimento, apesar de toda a sua miséria, este leproso se aproxima de Jesus. Viu nEle, alguém que não o iria rejeita-lo, ou exclui-lo. Amado(a), o amor sempre acolhe, nunca rejeita, nunca exclui.
Ele vivia em um leprosário, mas não se conformava com sua miséria. Largou seus companheiros para trás e foi pedir ajuda ao Filho de Maria, Jesus... De repente, aconteceu uma das cenas mais belas do evangelho: aquele homem tido como miserável, caiu de joelhos aos pés de Jesus. Seu rosto ficou por terra, e ele não ousou olhar para o alto, não ousou olhar para Jesus! Está envergonhado, totalmente constrangido; mas ousou levantar o rosto e suplicar: "Senhor, se queres, podes limpar-me".
Você consegue imaginar o que foi que Jesus viu ali? Ele é atingido pela dor daquele pobre homem, e se compadece cheio de ternura, e toca-lhe. Não foi um toque qualquer! Foi um toque cheio de amor, que curou, libertou este homem. Um toque que devolveu a dignidade a este ex-leproso.
Quanta gente hoje no mundo está precisando de um toque de amor. Talvez o seu pai, sua mãe, seus filhos, um amigo. Amado(a) um toque seu, um abraço, um sorriso, um aperto de mão pode fazer a diferença na vida de muita gente. Muitas mágoas e raiva podem cair por terra, na força de um toque amoroso.
Se nesse momento você precisa de um toque de amor, sinta-se abraçado por Jesus agora!

Juninho - Missao IDE

31
JAN

Zaqueu (Lc 19, 1-9).

Partilhe um pouco o que você tem: um abraço, um sorriso...

Olá meu amado, minha amada!
Havia um homem chamado Zaqueu que era um pecador público. Ninguém gostava dele, não tinha amigos, uma pessoa desonesta, mas ouviu falar que Jesus, o amor encarnado, estava entrando em sua cidade. Ele queria ver Jesus, mas era um homem de baixa estatura, e ele foi até o Senhor, mas não conseguia vê-lo por causa da multidão à sua frente.
Imagine só: este homem sobe em uma árvore para ver Jesus! Veja bem, ele era um homem importante, mas queria ver Jesus, mas é o Senhor que o vê sobre a árvore e o chama pelo nome. Jesus já o conhecia! "Zaqueu desce depressa, porque é preciso que eu fique em sua casa hoje."
Amado(a), Jesus não se importa com o que as pessoas vão pensar. Ele vai cear na casa de um pecador! Jesus o acolhe sem julgamento, sem recriminá-lo! Jesus tem mais amor pelo pecador que pela sua reputação.
A atitude de amor de Jesus transformou profundamente o coração de Zaqueu!
Zaqueu foi tão amado, tão acolhido, que o levou a dar metade dos seus bens para os pobres!
O amor entrou no coração daquele homem! Ele nunca mais foi o mesmo! Quando Jesus entra em nossa vida, o amor toma o lugar do ódio, o perdão da raiva!
Amado(a), quando somos verdadeiramente amados pelo Senhor, quando experimentamos a sua misericórdia devemos ser gratos e generosos com todas as pessoas. Ame! Seja generoso!
Partilhe um pouco o que você tem! Partilhe um abraço, partilhe os seus bens, seu sorriso!
Meu amado, minha amada, faça hoje, faça neste final de semana a experiência da partilha! Partilhe um abraço, partilhe um telefonema! Partilhe!
Fica com Deus e um ótimo final de semana.

Juninho - MIssão IDE

22
JAN

Mulheres - a samaritana (Jo 4-1,26).

Vá até Jesus como você está, e aos pouquinhos Ele vai te transformar e preencher seu coração!

Olá meu amado, minha amada!
Quantas mulheres na época de Jesus queriam ser possuídas por tantos homens, mas que no fundo não pertenciam a nenhum. Tiveram tantos homens, experimentaram todos os tipos físicos, do intelectual ao atlético, do mais fraco ao mais forte, do mais feio ao mais belo. Este é o caso da samaritana. Teve cinco maridos e aquele com o qual vivia não era dela.
Ela foi buscar água no poço para matar sua sede do corpo, e teve a felicidade de encontrar com Jesus fatigado, sentado à beira do poço. O Mestre, cheio de amor, pede a ela: "dá-me de beber".
Ele queria apenas um pretexto para falar com ela, queria um momento para colocar sua alma em direção ao infinito! Ele amava nela o que ninguém enxergava. Os homens que diziam amá-la, no fundo amavam a si mesmos, buscavam uma satisfação pessoal!
Jesus olha para ela e vê algo que ninguém vê: um desejo de ser feliz, de ser saciada.
Só Jesus poderia amá-la pelo que ela era.
Ele pede: "dá-me de beber"! O Criador de tudo pede para a criatura. Quando Ele nos pede algo é porque Ele quer nos dar algo muito maior.
A samaritana queria ser saciada e buscava a felicidade em coisas finitas, mas somente o infinito pode saciar nosso coração. Coisas finitas dão certo prazer, mas não podemos querer que estas coisas preencham o nosso coração.
A Bíblia diz que ela saiu saciada do encontro com o Senhor. E hoje você também pode ser preenchido pelo Senhor! Vá como você está, vá assim mesmo. Não precisa mudar de vida para ir a Ele! Vá a Ele como você está, e aos pouquinhos Jesus vai te transformando e preenchendo o seu coração!
Fiquem com Deus!

Juninho - Missão IDE

19
JAN

O Geraseno (Mc 5, 1-20).

Deixe que o amor do Senhor te acalme!

Olá meu amado, minha amada!
Jesus desce do barco e encontra um homem em um estado lastimável. Ele mora no cemitério e ninguém pode dominá-lo, nem mesmo as correntes! Vive um processo de auto-destruição, cambaleando, correndo, totalmente nu!Vive em profunda solidão! Ele não consegue falar, só grita, e vive se ferindo com pedras!
Quantas vezes estamos assim, presos a tantas correntes internas! Não moramos em um cemitério, mas estamos mortos! Vivemos agitados, gritando com os outros e nos ferindo com tantas pedras: a angústia, a depressão..., e se não estamos assim, quanta gente a nossa volta está neste estado?! Ferindo-se com pedras, com drogas, álcool!
Quantas pessoas vivem assim de forma tão agressiva, no transito, nas ruas, nas filas dos bancos!
Jesus encontra com este homem e o amor exala dos seus olhos! Exala de suas mãos, exala de seus lábios e transborda em suas palavras, e é através da palavra que Jesus vai libertar este homem.
Uma coisa que me chama a atenção na cura deste homem é que Jesus pergunta pelo seu nome. Por detrás de uma pessoa com dor, com angustia, há uma pessoa que tem uma história! É preciso perguntar pelo nome, é preciso ouvi-la!
Quantas pessoas estão sofrendo agora porque não tem ninguém para compartilhar a sua dor! Talvez as pessoas não queiram mais te ouvir, mas Jesus nunca vai se cansar de você, nem de te ouvir!Ele pode te tirar deste processo de auto-destruição.
Logo após o encontro com Jesus, ele estava calmo e vestido. O amor do Senhor o libertou e o acalmou!
Parecia um homem sem esperança, descartável, mas para Jesus ninguém é descartável!
Meu amado(a), deixe que o amor do Senhor te acalme!


Juninho - Missão IDE

10
JAN

Os 10 leprosos (Lc 17-11,19) .

O Senhor na sua bondade quer te dar mais do que você espera.

Olá meu amado, minha amada!
Jesus sobe para Jerusalém e 10 leprosos têm a ousadia de se dirigirem até Jesus. Naquela época era proibido o contato de leprosos com a sociedade. Eles tinham que tocar os seus sinos e gritar: "somos impuros" para que ninguém chegasse perto deles!
Ao avistar Jesus eles acenam com seus trapos, com suas mãos feridas! Eles gritam: somos impuros e lamam por Jesus: "Tenha compaixão de nós!"
Jesus os olha com amor e carinho. Como é importante olhar e ver a dor, a miséria do outro! Jesus não ora por eles, apenas diz uma frase carregada de misericórdia: "Ide e mostrai-vos ao sacerdote".
Sem se sentirem curados eles vão caminhando e no meio do caminho, eles começam a falar:
_ Ei, olhe sua orelha, foi restaurada!
_ Ei, olhe sua pele está sã!
_ Olhe, sua mão está limpa!
Enquanto iam caminhando foram sendo curados!
Todos foram ao sacerdote, mas apenas um voltou! Os dez eram iguais, na dor, no clamor, no lugar em que moravam, mas um era diferente, era o único samaritano, e era o único que tinha gratidão!
Jesus diz àquele que voltou:
_ Tua fé te salvou!
Ele recebeu algo mais profundo do que a cura, ele recebeu a salvação!
O Senhor na sua bondade quer te dar mais do que você espera! Algo mais profundo que uma cura física!
Este samaritano teve duas atitudes: obedeceu, foi até o sacerdote e teve um coração grato a Jesus.
Amado(a), continue caminhando, mesmo se você está com suas lepras ainda. Caminhe e seja grato a Deus! Temos tanto a agradecer: pelo dom da vida, por nossa família, por nossos amigos!!
Amado(a), Deus te quer feliz, fica com Deus!

Juninho - MIssão IDE
 

04
JAN

O Bom Samaritano (Lc. 10,25-37).

O verdadeiro amor é tudo.

Olá meus amados e minhas amadas!
Todos concordamos que devemos amar, mas Jesus hoje vai nos levar a dar um passo a mais. A quem devemos amar?
Na época de Jesus todos os judeus concordavam que deviam amar os compatriotas, mas que se deveria odiar os pecadores e os hereges deveriam ser atirados num fosso.
Mas Jesus, por meio de uma parábola vai nos ensinar que o verdadeiro amor é tudo!
Ele disse: um homem que descia de Jerusalém para Jericó encontra um homem meio morto, assaltado, ferido, que precisava de ajuda!
Dois religiosos passam ali: primeiro um sacerdote e logo depois um levita, mas eles falham e não o ajudam! Eles não param, vão direto ao culto! A lei os proíbe tocar em um cadáver, ficariam impuros para o culto!
Se os homens do templo falhavam, será que alguém poderia não falhar?
Jesus nos dá o exemplo de um samaritano, eles eram considerados hereges, filhos das trevas!
Amado(a), um pagão iria prestar ajuda a um judeu! O samaritano o viu jogado no chão, o seu coração se movimenta em direção do moribundo. Amor que enxerga o outro! Amor que tem compaixão! Ele supera o seu medo e se aproxima do ferido tratando-lhe as feridas! Compaixão que o faz derramar azeite sobre as feridas e vinho para limpá-lo! Ele ainda o coloca sobre sua própria montaria e o leva a uma hospedaria. O samaritano cuidou do moribundo e deu-lhe dois denários para suas despesas! E surge uma pessoa, um rosto, uma dignidade!
Amado(a), a questão não é encontrar o pobre pelo caminho, mas se colocar no caminho certo, se colocar a caminho das pessoas!
Meu amado cuidado para na tropeçar no irmão caído pelo seu caminho!
Que Deus te abençoe profundamente. Fique com Deus!

Juninho - Missão IDE

25
DEZ

Mulher amada (Lc 7, 36-47).

Que nós aprendamos com o Mestre: sermos homens e mulheres acolhedores, cheios do amor!

Olá amados(as)!
Muitos homens a desejavam e a procuravam por sua beleza estonteante, até que ela encontrou a luz do olhar de Jesus!
Muitos a olhavam com segundas intenções, mas Ele não. Ele a olhou como nenhum outro homem! E quando Ele olhou no fundo dos seus olhos ela estremeceu por completo!
Como não estremecer diante da tanta formosura e amor! O homem dos seus sonhos estava ali à sua frente! Agora estava ela absorvida aos Seus pés. Mergulhada entre lágrimas, perdida em Seu amor!
Ela teve a ousadia de atravessar uma sala cheia de pessoas e a coragem de tocar em Jesus com seus lábios pecaminosos. Ela beija Os seus pés, chora sobre eles, Os enxuga com seus cabelos e Os ungi com perfume caríssimo.
Amor que beija! Amor que chora! Amor que lava! Amor que enxuga os pés.
Ela era uma mulher da vida, mas Jesus não a recrimina, ao contrário: a ama com outro tipo de amor: um amor verdadeiro, desinteressado! Ele faz com que ela se sinta amada, não por ser mulher, mais por ser gente!
Jesus gosta de pessoas! Aprendi com Ele a gostar de gente!
Amado(a), você pode também se assentar aos seus pés e deixar que o Seu amor o transforme por completo!
O fariseu ficou assombrado com Jesus, que permitiu que uma pecadora pública beijasse os Seus pés!
Amado(a), é preferível ser uma pecadora cheia de amor no coração que um religioso cheio de julgamento.
Como está o seu coração: cheio de amor ou julgamento?
Que Deus possa fazer de nós homens e mulher acolhedores, cheios do amor!
Que possamos acolher as pessoas como Ele nos acolhe!
Fica com Deus meu amado, e que o amor de Deus permeie o seu coração.

Juninho - Missão IDE

22
DEZ

Por que choras? (Jo 20, 11-18).

Tudo que você deseja está em Deus! Ele é todo seu!

Olá meu amado, olá minha amada!
Não sei se você já perdeu alguém que você ama muito. Eu já perdi o meu pai!
A dor da perda, do luto, é muito forte.....
A saudade que fica é muito forte! Saudade do olhar da pessoa, seu sorriso, até o seu cheiro. O dia que perdi meu pai foi um dos dias mais difíceis da minha vida. Eu não poderia mais tocá-lo, abraçá-lo, nem beija-lo aqui neste mundo.
O mesmo aconteceu com Maria Madalena. Ela perdeu aquele que amava muito, mas muito mesmo! Ele havia morrido!
Lá estava ela, Maria Madalena, chorando diante do sepulcro! Lágrimas de uma mulher que foi profundamente amada pelo Senhor! Ela procurava Aquele que o seu coração ama!
Seu olhar buscava o corpo do seu amado para ungi-lo, ela olha dentro do sepulcro, seus olhos encontraram os lençóis que o envolveram, mas o corpo não estava lá!
Ela o procurou desesperadamente, tudo nela procurava o Senhor!
Em seguida ela voltou-se para trás, mas não O reconheceu, pois seus olhos estavam cheios de lágrimas!
Jesus havia ressuscitado e estava ali na sua frente e então pergunta: Mulher, por que choras?
Era o dia da ressurreição do Senhor, o céu estava em festa! Mas ela não O reconheceu!
Mas aí Ele a chama de "Maria"!
Ele a chamou simplesmente de Maria! Ele a chamou com tanto amor, com tanto carinho, que ela pensou: "Só pode ser Ele!".
Maria, tudo que você deseja, tudo que você quer, tudo que você aspira está em Mim! Eu Sou Todo Seu!
Amigos, fiquem com Deus e até a semana que vem....

Juninho - Missão IDE

13
DEZ

Jesus Misericordioso (Mt.9,13).

Precisamos aprender a amar como Jesus amou.

Amado(a),
Como Jesus é misericordioso! Sua misericórdia se estende a todos: pecadores, doentes, perseguidos, marginalizados, pobres e ricos! Como precisamos aprender a amar como Jesus amou!
Ele não faz distinção de pessoas. Ele faz chover sobre os bons e sobre os maus, sobre justos e injustos. Ele foi HUMANO em um mundo DESUMANO.
Ele está sempre atento às necessidades de todos, em todos os momentos e em todos os lugares!
Às vezes, em uma festa, nós damos atenção às pessoas que consideramos importantes e nos esquecemos daquelas que estão ali, sozinhas tristes precisando de um ombro amigo! Jesus não, ao contrário, atendia a todos! Acolheu os leprosos que vinham a Ele, pois, naquela época as pessoas repugnavam os leprosos, mas Jesus acolheu a todos! Acolheu a mulher que foi pega em adultério! Acolheu o cego Bartimeu que estava jogado a beira do caminho! A samaritana que teve cinco maridos! Dimas: o ladrão! Nicodemos, o fariseu, os pagãos do seu tempo, as crianças, as prostitutas, enfim.. Ele não exclui ninguém de seu coração! Porque Ele vai excluir você?
E se somos tão amados, e se somos tão acolhidos, por que não alargar o nosso coração e acolher a todos?
Sim amado(a), hoje perdoe a todos que te magoaram, não permita que nenhuma pessoa passe por você sem se sentir amada. Estou falando daqueles que convivem com você, sua família, seus amigos, e até aqueles que não gostam de você!
Guardar mágoa e rancor é pior para você mesmo!
Amado(a), leve este homem, o amor dos amores, para sua casa hoje, pois com Jesus qualquer casa se torna um palacete de amor!
Fica com Deus. Que Ele te abençoe, muito...

Juninho - Missão IDE

06
DEZ

Judas a ovelha amada até o fim (Lc 23,34).

Judas come no mesmo prato do Senhor! Era um escolhido, amigo íntimo do Mestre.

Olá meu amado, minha amada!


Jesus ensina tudo a Judas, lhe dá um ministério! Judas come no mesmo prato que o Senhor! Era um escolhido, amigo íntimo de Jesus! Porém, Judas o trai com um beijo no rosto!
Qual seria a sua reação? Jesus olha para ele e o chama de amigo! Chama de amigo o traidor! Chama de amigo aquele que o entregou a morte!
Jesus poderia estar com ódio, mas Ele é um homem nobre! No pior momento de sua vida, Jesus continua a amar.
Mas quando pensamos em Judas, pensamos em um homem que é um completo fracasso, um traidor! "Como é que alguém consegue amar o outro assim?!".
Amado(a), como nós gostamos de malhar o Judas no sábado de aleluia!
Dá-nos a sensação que existe alguém no mundo que é pior que a gente, mas na verdade Judas esperava que Jesus libertasse Israel dos Romanos! No fundo ele se sentia traído por Jesus, ele pensava: "Ele vai nos libertar desta miséria que estamos passando!".
Julgamos Judas, mas não devemos esquecer que todos os outros abandonaram Jesus! Não compreenderam a missão do Mestre! Todos sentiram medo, desapontamento, raiva!
Amado(a), quero que saiba que até mesmo, a ovelha negra, Judas, infeccionada pelo pus da traição foi amada até o fim por Jesus!
Muitos perguntam se Judas foi salvo após se enforcar....
Se o pai ouviu a oração de Jesus: "Pai, perdoa-os, eles não sabem o que fazem"... Ele está no céu! Às vezes fazemos coisas que morremos de vergonha depois. O importante é se levantar e voltar para o Pai. Lembre-se: você tem um amigo que não te condena, mas que é o seu grande aliado: Jesus!
Fica nos braços do amado e até semana que vem!

Juninho - Missão IDE

30
NOV

O olhar que não acusa (Lc.22,61).

Aquele olhar lhe dizia mais que todas as palavras do mundo: “Pedro fica firme".

Meu amado, minha amada,

O tema de hoje é sobre uma pessoa que negou o seu amigo. O que você faria se fosse negado ou traído por alguém? Pedro acaba de negar seu precioso Mestre por três vezes... Ela está acabado, desolado, torturado pela dor! Imagino Pedro com a cabeça baixa, pois havia negado alguém que amava muito, mas, sem esperar ele encontra com o seu mestre no pátio da condenação! Seu mestre vem caminhando amarrado, ferido! Pedro vê o seu Mestre de longe e pensa: “O que será que Ele vai dizer para mim? Será que ele vai me condenar?” De repente o Mestre se aproxima e o doce olhar de Jesus se volta para Pedro, atingindo o fundo da sua alma! Ele conhecia o doce olhar de Jesus, mas nunca O tinha visto daquela forma! Não era um olhar qualquer, era um olhar cheio de amor!

Aquele olhar lhe dizia mais que todas as palavras do mundo: “Pedro fica firme. Lembra que eu tenho predileção pelos pecadores! Pedro, lembra como eu amei Zaqueu em cima da árvore, Madalena aos meus pés! Lembra com que amor eu olhei nos olhos do jovem rico! Lembra, eu almocei na casa de Mateus, um pecador público! Eu estou contigo! Eu te amo muito!” Nenhuma palavra do mundo poderia expressar o que Pedro leu no olhar de Jesus: “Pedro se lembra da parábola do filho pródigo! Lembra-se da parábola da ovelha o perdida!”.

Amado(a), Jesus olha nos teus olhos agora e diz: “Eu não te condeno, você nunca mais precisa andar com a cabeça baixa!” Deixe o olhar do Senhor te transformar como transformou Pedro e te dar uma vida nova!

Fica com Deus! Que o Senhor te abençoe e te guarde!

Juninho - Missão IDE

04
NOV

O Pai Amoroso ( Lc 15,11-32).

Vem para Deus, do jeito que você está! Ele quer cuidar de você!!

Olá,  meu amado(a),

Quantas vezes nós nos afastamos do Pai e não queremos ouvir nada sobre Ele, nem sobre coisas que nos façam lembrar Dele!
Então o filho pede: Meu pai dá-me a parte da herança que me cabe.
O pai então reparte os haveres, e ele parte para uma terra muito distante.
Não quer nem ouvir fala do nome do pai.
Lá gasta tudo que possui. Começa passar fome e dificuldades.
Sofre, sofre e sofre! Mas o sofrimento não o traz de volta para a casa do pai.
Deseja comer a comida de porcos, já que outra coisa não ia ser possível!
Então, ele cai em si e percebe a sua verdadeira identidade: "Não sou pastor de porcos imundos! Sou filho do pai bondoso! Vou voltar para casa do pai, lá pelo menos, fome eu não vou passar!
Ele volta, não por causa do pai, mas porque está passando por dificuldades. Porém o mais importante é que ele volta!
Ao voltar, o pai já espera e corre ao seu encontro! É a única situação em que Deus aparece correndo na Bíblia: quando vai ao encontro do pecador!
Ao encontrá-lo o pai se lança em seus braços e o abraça, do jeito que ele está: imundo, cheiro de porco e o enche de beijos!
O pai, cheio de bondade, dá-lhe roupas novas e faz uma tremenda festa para ele!

Amado(a), é assim que Deus o espera, com a alegria de um Deus apaixonado! Vem para Deus, do jeito que você está! Ele quer cuidar de você! Ele te espera com abraços e beijos para te amar como você merece!

Fica com Deus, até semana que vem!

Juninho - Missão IDE

14
OUT

Quem pode comprar o amor e a misericórdia de Deus?

Receba Sua maravilhosa luz!

Amado(a), quem pode comprar o amor e a misericórdia de Deus?
É de graça!
Vinde comer, vós que não tendes alimentos. Vinde comprar trigo sem dinheiro, vinho e leite sem pagar (Is 55,1).
Vá a Ele, o meu melhor que eu posso oferecer para Ele é a minha miséria.
E o melhor que Ele pode me oferecer é sua misericórdia! Amado (a), apresente a Ele, suas trevas e receba Sua maravilhosa luz!.     

Juninho - Missão IDE

14
OUT

Meu amado é forte e corado, distingue-se entre dez mil (Ct 5,10).

Como estas palavras cabem em Jesus...

Meu amado(a), Sois belo o mais belo dos filhos dos homens, expande a graça em vosso lábios (SL 44,3)
Como estas palavras cabem em Jesus..
O que tem o meu amado a mais que os outros?
Meu amado é forte e corado, distingue-se entre dez mil (Ct 5,10). Tudo nele é um encanto (Ct 5,16)...
Ele é todo desejável, a plenitude de beleza está Nele.
Ele é aquele que une o céu a terra.
Contemplá-lo já é o céu.
Perto Dele toda beleza do mundo é uma flor mucha.
Contemple a Sua beleza, e permaneça no céu!

 Juninho - Missão IDE

12
SET

Quem tem ELE em sua vida brilhará mais que o sol!!!

Deixe ELE brilhar através de você...

Olá amado(a),
Jesus foi um raio de luz na terra. Ele é o Esplendor da Glória de Deus, traz em si uma constelação de amor e misericórdia.
Ele brilha mais que o sol ao mei dia.
Quem tem Ele em sua vida brilhará mais que o sol!!! Deixe Ele brilhar através de você!!

Juninho - Missão IDE

31
AGO

Jesus é a luz verdadeira que ilumina todo homem (Jo1,12).

Precisamos ir para a luz, ela é pura, nela não pode haver poluição...

Amado(a), sabemos que Jesus é a luz verdadeira que ilumina todo homem (Jo1,9).
Ele disse: Eu sou a luz do mundo, quem me segue não andará nas trevas, pelo contrário terá vida e luz (Jo 8,12).
Isaías diz: o povo que andava nas trevas viu uma grande luz (Is. 9,2).
E Pedro diz: a fim de que publiquem as virtudes daquele que das trevas vos chamou a sua luz maravilhosa (1Pd. 2,9).
Precisamos ir para a luz, ela é pura, nela não pode haver poluição.
As águas cristalinas podem ficar suja, a luz não.
 Deixe a luz de Deus te iluminar!!!

Juninho - Missão IDE

10
AGO

Faça-se a Luz!

Sua vida pode ter forma, beleza, harmonia, luminosidade!

Amado(a), esta é a primeira benção do mundo, o primeiro milagre. O mundo estava desorganizado, sem forma, sem beleza, sem graça, completamente vazio, faltava tudo que é belo, desejável.
Como diz Santa Tereza, era uma profunda noite escura sem beleza!
Mas bastava o Rei querer, bastava Ele se levantar, bastava Ele estalar os dedos e em um só instante a criação surge linda, bela perfeita, maravilhosa, harmônica!
Então Ele disse: faça-se a luz! E assim foi feito.
E Ele quer estalar os dedos e acabar com as trevas da tua vida!
Sua vida pode ter forma, beleza, harmonia, luminosidade!

Juninho - Missão IDE

25
JUL

É preciso conhecer verdadeiramente a Jesus!

Não desvie o olhar Dele...

Amado(a), é preciso conhecer de verdade a Jesus, não vale a pena viver sem conhecê-lo.
Sem Jesus, Deus é um pai distante, nossa vida não tem sentido, nossa alma se consome pela dor, com Ele temos paz, vida!
Não desvie o olhar dele! 
Ele é tudo, Ele sempre olha pra você, olhe para Ele e seja contemplado.

 Juninho Missão IDE

18
JUL

Nada pode tirar você da presença protetora Dele!!

Fique tranquilo...

Amado(a), você não vai se perder, sua vida não está perdida, nem você, o seu nome está escrito no coração do Redentor, é uma tatuagem que não se apaga.
Nada pode tirar você da presença protetora Dele!
Fique tranquilo..

Juninho - Missão IDE

13
JUL

Jesus é meu tudo!!!

Acredite, tudo que você precisa está Nele...

Amado(a), Jesus é meu tudo!!!
Como eu preciso Dele. Sua Fragrância está em todas as flores de todos os jardins do mundo. Seu suave perfumne está espalhado pelos ares. Ele é o mais belo homem que pisou neste planeta. Ele é o meu deleite principal. Toda a alegria, toda paz, e salvação estão Nele.

Acredite tudo que você precisa está Nele.

Juninho - Missão IDE

02
JUL

Não perca tempo com coisas pequenas.

Não seja muito exigente consigo mesmo...

Amado(a), não seja muito exigente consigo mesmo. Viva a vida, com mais leveza. Mas Juninho, o problema está aí e é muito forte! Você é mais forte, guerreiro(a). Não sinta pena de si, nem diga que Deus me abandonou, porque você não está sozinho, você não está isolado, no mundo. Criamos o hábito de ficar com raiva, de ficar magoado quando os problemas aparecem. Querido(a), seu pensamento negativo é o pior pecado que você pode cometer, pois daqui vem os demais. A vida está pulsando e passando, não perca tempo com coisas pequenas, seja feliz.

Juninho -  Missão IDE

01
JUL

No amor não há exigências nem chantagens...

É egoísmo exigir do outro o que tu queres...

Amado(a), o grande Santo Agostinho diz: " Se o homem não compreende o que há em si mesmo, como poderá compreender o que há nos outros?
Nós não nos compreendemos, por isso não compreendemos os outros, e não aceitamos os limites dos outros.
Querido, aceite os outros como eles são e não como gostaria que eles fossem.
Limpe a janela para ver melhor, é egoísmo exigir do outro o que tu queres.
"Amar é deixar que cada um faça o que quiser. No amor não há exigências nem chantagens" ( Anthony de Mello).
Mas, Juninho isto é muito dificil! Olhemos para o nosso Mestre que deixou que todos fossem livres ao seu lado.


Juninho - Missão IDE

24
JUN

Como vou amar o outro se não me amo?

Como vou aceitar o outro se não me aceito?

Amado(a), cuide de você, se acolha, se aceite, se compreenda e se ame, porque como vou cuidar do outro se não cuido de mim?
Como vou amar o outro se não me amo?
Como vou aceitar o outro se não me aceito?
Como vou dar valor ao outro se não me dou valor?
Como vou perdoar o outro se não me perdoo?
Você é uma pérola preciosa se cuida, não ceda aos porcos....

Juninho - Missão IDE

24
JUN

Você é livre para ser FELIZ!

É preciso olhar para o nosso interior e aceitar nossos limites...
Amado(a), às vezes somos infelizes porque erramos!
Quero dizer que você é livre para ser feliz, você pode ser feliz.
È preciso olhar para o nosso interior e aceitar os nossos limites.
Aceite a vida, os outros como são.
Se ame como você é, e não como você gostaria de ser.
Se aceite, aceite o outro como ele é, e não como você gostaria que ele fosse. A felicidade está nas pequenas atitudes, que fazem uma grande diferença em nossas vidas.

Juninho - Missão IDE
11
JUN

Tenha uma atitude positiva e seja feliz!

Podemos assumir uma atitude positiva diante do ocorrido...
Amado(a), as vezes não podemos modificar algo que nos aconteceu, mas podemos assumir uma atitude positiva diante do ocorrido..
Se eu não posso mudar as coisas posso ao menos mudar minha atitude diante delas.
Se algo deu errado em sua vida aprenda com isto, não fique com raiva e ódio, pois é pior para você.
Tenha uma atitude positiva e seja feliz!

Juninho - Missão IDE
10
JUN

Você se sente bem com a sua vida?

Você pode reinventar sua história.

Amado(a), você se sente bem como és? Você se sente bem com a sua vida?
Querido(a), acredite, você pode reinventar a sua história, não estamos preso há um fatalismo ou "karma" irremovível.
Creia em Deus, Ele está do seu lado, e vai te ajudar a mudar a sua vida.


Juninho- Missão IDE

07
JUN

Não entregues tua alma à tristeza (Ecle.30,22).

Ao contrário crie uma solução!

Amado(a), não entregue sua alma a tristeza, ao ressentimento, não se renda ao problema. Isto  faz mal a você. Algumas pessoas diante do problema desistem e aceitam a derrota.
Ao contrário crie uma solução!
Busque recursos em ti... O homem não conhece a verdade porque não conhece a si mesmo.
Faz falta conhecer-te, entra dentro de ti, entra na tua intimidade e descubra o que há de melhor em você e aplique isto em seu favor e do mundo.

Juninho - Missão IDE

26
MAI

O amor de Deus.

Você não está sozinho, Ele está com você e te acolhe, do jeito que você é!

Amado(a), você está em pecado? Está se sentindo sozinho, está com angústia, com depressão? Pois, eu tenho uma palavra para você hoje: "Estou persuadido de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem o presente, nem o futuro, nem as potestades, nem as alturas, nem os abismos, nem outra qualquer criatura nos poderá apartar do amor que Deus testemunha em Cristo, Nosso Senhor (Rm 8,38-39).
Viu, você não está sozinho. Ele está com você e te acolhe, do jeito que você é.

Juninho - Missão IDE

20
MAI

Ter um coração de pobre.

A diferença entre as palavras possuidor e possuído é apenas um R.

O que é ter um coração de pobre? É ter um coração desapegado, é ter um coração vazio que possa ser preenchido pela riqueza do céu: Jesus Cristo.
"Conheça-te a ti mesmo". Veja: não somos nada e precisamos da riqueza do céu.
Meu amado(a), não acumule bens da terra, mas acumule bens do céu. Essa libertação pressupõe uma libertação interna.
Para abandonar algo bom é preciso se ligar a algo melhor. Aquele que encontra uma pérola preciosa vai, vende tudo o que tem para comprar o terreno em que ela está escondida (cf. Mt 13,44). Amado(a), cada um se apega àquilo que lhe é precioso. O que é ser desapegado? Um milionário pode ter milhões e ser desapegado e um pobre pode não ter nada e ser escravo do desejo de possuir.
Creio que o segredo é possuir sem ser possuído. Não é o que vem de fora que torna o homem impuro, mas é o que sai do seu coração. " Não compreendeis que tudo o que entra pela boca vai ao ventre e depois é lançado num lugar secreto? Ao contrário, aquilo que sai da boca provém do coração, e é isso o que mancha o homem" (Mt 15,17-18). Ser rico não é pecado e ser pobre também não é virtude.
Virtude é saber ser rico ou pobre, isto é, possuir sem ser possuído. Termino com uma frase que ouvi de um grande pregador: "A diferença entre as palavras possuidor e possuido é apenas um R. Mas esse R faz toda a diferença do mundo: é um R de Redenção."
Portanto, apegue-se à Ressureição do Senhor. Ela é a grande riqueza do céu.
Entre no plano da redenção. Não se sinta excluído por causa do seu pecado.
Assuma para si a Redenção do Senhor e jamais, repito, jamais "chames tu de impuro o que Deus purificou." ( At. 10,15).

Juninho - Missão IDE

20
MAI

Discípulos transfigurados.

Nosso lugar é aos pés da cruz do Senhor.

Muitas pessoas fazem a opção da renúncia dos desejos e da penitência para se achegarem a Deus, mas "há um caminho ainda mais excelente que é o caminho da transfiguração, que passa pelo caminho da purificação". TRANSFIGURAR É TRANSFORMAR O VELHO EM NOVO, O MORTO EM VIVO! O Senhor pode trasfigurar nosso pranto em prazer (Sl 29,12), o mar em terra firme (Sl 65,6), o rochedo em lençol de água (Sl 113,8), nossas trevas em luz!!! A transfiguração é lenta, não acontece da noite para o dia. Algumas pessoas tentam ser santas, não conseguem, se machucam e se decepcionam, pois, as metas colocadas por elas mesmas são muito altas, impossíveis de serem atingidas! Porém, o Espírito Santo é um cavalheiro e Ele quer nos transfigurar lentamente. Não se faz um santo da noite para o dia. A semente  não nasce na hora em que é plantada, leva tempo. Ela precisa ser lançada ao solo, enterrada, regada, crescer, e só aí dará fruto! Este processo leva tempo, a transfiguração é um processo suave.

Amado(a), se coloque aos pés da cruz do Senhor e deixe que Ele trabalhe profundamente na sua alma. Deixe que Jesus arranque de ti toda a impureza através de suas santas Mãos!

Oração: Senhor opera em mim! Faz-me um homem novo! Sei que é um processo lento, mas quero fazer a tua vontade e estar em consonância contigo!!!

Juninho - Missão IDE

04
MAI

Bem aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. (Parte 4)

Somos chamados a ser discípulos e não adversários de alguém.

Temos que tomar muito cuidado para não perseguir alguém naquilo que é santo: a espiritualidade. Muitas vezes, quando vejo surgir alguma pessoa espiritual, em volta dela vejo também muita agressividade e desrespeito com essa pessoa.
Outras vezes vejo anões espirituais falando mal de gigantes na fé.
Amado(a) não diminua o gigante! Cresça na fé ! Amado(a), cuidado para não perseguir alguém; o menininho Jesus não quer isto de você.
Somos chamados a ser discípulos e não adversários de alguém. Se Deus quiser que o teu irmão brilhe, deixe-o brilhar, não tente esconder a sua luz ou apagar a sua vela!
Ser um gigante na fé é ser manso e humilde de coração!

Senhor fazei de mim instrumento de vossa paz.

Juninho - Missão IDE

24
ABR

Bem aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus.(Parte 3)

Que Deus possa trabalhar no meu coração para que o melhor de mim possa vir à tona.

O Homem justo é perseguido. Para a bíblia, o homem justo é aquele que é guiado pelo Espírito Santo, vivenciando dois grandes mandamentos: amar a Deus sobre todas as coisas e amar o próximo como a ti mesmo. O amor é o distintivo do cristão e viver esta exigência máxima do Senhor nos leva a sermos perseguidos. " Cuida-vos dos homens. Eles vos levarão aos seus tribunais e açoitar-vos-ão com varas nas suas sinagogas. Sereis por minha causa levados diante dos governadores e dos reis: servireis assim de testemunho para ele e para os pagãos" (Mt 10,17-18).
Por que pessoas perseguem pessoas, que como elas estão tentando fazer o bem? A resposta é simples, elas não têm raiva de você, mas do que você desperta nelas: Ciúmes!!! O Homem que ama aparece como algo que me incomoda. Um homem que ama pode despertar o que há de melhor em mim: o amor, ou despertar o que há de pior: ciúmes, inveja, raiva , ódio.
Que Deus possa trabalhar em meu coração para que o melhor de mim possa vir à tona.

Oração: Senhor faça de mim um homem justo e cheio de amor.

Juninho - Missão IDE

16
ABR

Bem aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. (Parte 2)

Jesus morreu como viveu, com uma nobreza inigualável.
É de assombrar, Aquele que merecia todo o louvor, toda adoração, todo amor dos homens, é perseguido. Nós, pregadores, ministros de louvor, somos aplaudidos constantemente. Na cruz Ele não era aplaudido. Enquanto Ele estava arrebentado pelos açoites abusivos, pela perda de sangue, enquanto Ele tremia de dor na cruz, os líderes religiosos planejavam calar os discípulos do Mestre. Aqueles que deveriam ser os mais amados, porque amam, eram os mais perseguidos.
Amado(a), o nosso Mestre foi chutado, cuspido, carregou uma enorme cruz e no meio da perseguição, cansado, exausto, sem água, sem alimento, com sono, dores no corpo; teve força para consolar aquelas mulheres na via dolorosa. Amor até pelos perseguidores, amor pelos executores, Ele foi perseguido, até a última gota de sangue. Os anjos nos céus, ficaram estarrecidos, pois Deus morria.
Jesus morreu como viveu, com uma nobreza inigualável, no momento mais trágico de sua vida. Ele se apagava para que os homens brilhassem no reino dos céus.

Oração: Senhor amado, ensina-nos a amar nos momentos mais difíceis. Amar, sem exigir nada, sem impor condições, sem se cansar, sem querer mudar o outro, nos ensine a amar até mesmo aqueles que nos perseguem.

Juninho - Missão IDE
15
ABR

Bem Aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. (Parte 1)

Não posso dizer, fui perseguido pelo Senhor, mas seria uma honra para mim, se fosse necessário...

É incrível, mas os humildes, os que choram "na mui linda Sião", os mansos, os misericordiosos, os puros de coração, os pacificadores, aqueles que deveriam ser amados, são odiados pela maioria dos homens. Ser discípulo autêntico do Senhor é ser perseguido; não existe outra forma. Caim não cessa de perseguir Abel, José continua sendo vendido pelos seus irmãos, Judas continua a trair Jesus. As costas do justo estão marcadas de tanto apanhar!
Foram apedrejados, massacrados, serrados ao meio, mortos ao fio da espada. Andavam errantes, vestidos de pele de ovelha e de cabra, necessitados de tudo, perseguidos e  maltratados, HOMENS DE QUE O MUNDO NÃO ERA DIGNO! Refugiaram-se na solidão da montanha, nas cavernas e em antros subterrâneos" (HB 11,38). João Batista continua a perder a cabeça, as costas de Paulo continuam sangrando, Pedro continua sendo morto de cabeça para baixo, Maria continua fugindo para o Egito com uma espada em sua alma e as crianças continuam a ser massacradas em Belém!
Não posso dizer, fui perseguido pelo Senhor, mas seria uma honra para mim, se fosse necessário...

Juninho - Missão IDE

10
ABR

Montanha Santa

Na montanha santa você encontra o Santo Homem!

Na cruz estava desumanizado, como diz o salmista "Ele não era um homem, era um verme" (Sl 21, 6) e dessa cruz Ele grita: "Pai, perdoa-os, pois eles não sabem o que fazem". É de impressionar, enquanto morre sem pecado, pede perdão por aqueles que o crucificaram. Nós queremos consertar o mundo com a força, Ele com AMOR. Amado(a), o que o chicote não faz, o amor faz. Somente por meio do amor construiremos um mundo novo. Nosso Senhor morreu despido naquela cruz. Tenho certeza que o Monte Calvário é mais bonito que o Monte Sinai, com terremoto, fogo e trovão. Ali, no Monte Calvário, estava sendo crucificado um homem que brilhava de amor.

Este homem é Santo!

Um abraço,

Juninho - Missão IDE

08
ABR

O segredo da unção.

Existe um segredo para se chegar à unção.

Em toda terra há uma fome e sede de Deus. Os homens estão levantando os olhos aos céus buscando respostas. Para dar esta resposta precisamos do poder do Espírito Santo. Deus quer te equipar com este poder. Você precisa de uma ajuda sobrenatural, precisa da unção, por isso, se humilhe debaixo da mão poderosa de Deus. O segredo é este, ficar em secreto com Jesus. O fogo deve permanecer aceso (cf. Lv 6,6), não deixe que apaguem seu FOGO!

Juninho - Missão IDE

06
ABR

Sublimação

Nele, podemos sublimar todos os nossos desejos.

Hoje as pessoas vivem uma espiritualidade de recalque, ou seja, elas repelem para o seu inconsciente todo o desejo que sentem e consideram impróprio. Assim, ao desejar algo, desviam desse objeto como se não o percebesse. Imagine uma criança que, ao ver um chocolate, descobre que não pode comê-lo e pensa assim: "Eu não vou comer chocolate". A pergunta é: O que a criança faz com este desejo que está latente e que ela não pode vivenciar? O que ela faz com esta energia que está viva dentro dela? Se ela recalcar, vai voltar de uma ou outra forma. Você recalca um desejo sexual, de repente, aparece uma tremenda dor de cabeça que você não sabe de onde vem... Amado(a), a solução está na sublimação! Mas Juninho, o que é sublimação? Sublimação é um processo pelo qual a energia dos instintos sexuais é deslocada para atividade de valor social, cultural ou espiritual! Assim, o desejo é sublimado para um novo objetivo. Amado(a), em Deus nós podemos nos encontrar e lançar para Ele toda a nossa energia sexual. Nele, nossos desejos mais profundos podem ser sublimados. O seu desejo pode encontrar um novo objetivo no Senhor.

Oração: Senhor, ensina-me a sublimar tudo aquilo que é sombra em mim. Ensina-me a ser todo Seu sem ser uma pessoa frustrada e infeliz! Quero ser todo Seu, porém, completo, inteiro e pleno de vida!

04
ABR

Acolhendo as nossas sombras.

Nossas sombras e pecados são nossos espinhos na carne, porém eles podem se tornar a nossa maior benção!

Nossas sombras e pecados são nossos espinhos na carne, porém podem se tornar a nossa maior benção! Isto mesmo! Quando nós não aniquilamos nossos pecados e sombras, mas os transfiguramos, é uma maravilha! E isto é possível!!! Não adianta tentar aniquilá-los, pois são parte ontológica de nós mesmos. Vamos dar mais um passo, eles estão em nós e podem ser transfigurados. A Paixão cega de Paulo que o levou a matar cristãos, tornou-se zelo e paixão pelas almas!!! O zelo em viver minuciosamente a lei tornou-se caridade a todos! O homem da lei tornou-se o homem da graça! Amado(a), seu pecado pode ser transfigurado, suas sombras sublimadas! Não recalque a sua fraqueza, não mutile a sua carne! Deixe a graça permear sua fraqueza e sua carne. Deixe a graça moldar até os seus limites. Não se desespere com os seus limites, acolha-os! Eu diria, converse com eles!!! Aquilo que não é acolhido não é salvo. Olhe para sua fraqueza e seus limites de frente, não tenha medo! Encare esta força oculta que te leva a fazer aquilo que você não quer fazer!!! Esta força oculta precisa ser acolhida para que você seja salvo. Aquilo que não é assumido não é salvo. Acolha suas sombras! Elas poderão se tornar uma grande luz.

Oração: Senhor, eu acolho minhas sombras e fraquezas. Que elas possam ser transfiguradas! Faz de mim, Senhor, um novo homem!

Juninho - Missão IDE

24
MAR

O sagrado desejo de desejar (Parte 7).

Jesus diz ao paralítico toma o teu leito... E hoje Ele te diz: toma a tua vida na tua mão...toma tua história nas tuas mãos.

Quando Jesus pergunta se o paralítico quer ser curado, Ele está abrindo a possibilidade dele tomar a palavra de volta, de retornar ao seu desejo. Tome a palavra hoje e assuma o seu desejo, diga: eu quero!!!
Quando dizemos nós queremos a vida, a felicidade, ou outro desejo, é quando assumimos a palavra em nossa vida que nos cura, e então a libertação acontece. Assim, nos abrimos para receber o que desejamos.
Jesus foi um pedagogo brilhante e Ele abriu a mente do paralítico para outro tipo de futuro. Precisamos abrir nossa mente e ver que existem diversas possibilidades de futuro para nós e que não estamos condenados a viver a nossa própria condenação.
Jesus te liberta até do seu passado. Ele não te aprisiona ao julgamento. Se alguém quer te aprisionar ao passado, ao pecado, saiba, você é livre. Seu passado e pecado estão crucificados na cruz de Jesus.
Você não está privado de sua liberdade, ande... ame a si mesmo... saia dessa depressão, dessa angústia, dessa solidão.
Jesus diz ao paralítico toma o teu leito... e hoje ELE te diz: toma a tua vida na tua mão... toma a tua história nas tuas mãos.
Não tenha medo da vida, não tenha medo da liberdade. O dia dessa cura era um sábado, dia que era proibido trabalhar. Para Jesus todo dia é dia de trabalhar. Para nós e para os outros, todo dia é dia de celebrar a vida.
Os judeus dizem ao paralítico: você não pode andar no dia de sábado, nem eles podem... nem eles podem andar no dia de sábado... nem eles podem ser felizes no dia de sábado. Mas Jesus autoriza aquele homem a andar e a ser feliz em um dia de sábado.
Ninguém pode proibir você de agir na liberdade que Jesus te deu...
Como uma pessoa vai querer ver a outra feliz se ela não é ... "você não pode"... "eu não posso", isso nunca...
Com certeza esse ex-paralítico pode andar e levar a vida a todos.

O primeiro passo para o desejo é querer o que você deseja. O segundo passo é fazer algo por você mesmo. A terceira atitude é não culpar os outros pelos nossos fracassos, a quarta iniciativa é acreditar que uma pessoa pode cuidar de você... Você mesmo! O quinto passo para o desejo e não ser refém de ninguém, o sexto é ser liberto da prisão mental que te impuseram: você pode desejar... Último passo: " VIVA A VIDA" E A LEVE A TODOS!!!

Juninho - Missão IDE



 

11
MAR

O sagrado desejo de desejar (Parte 6).

Liberte-se da prisão mental que te impuseram.

Você tem desejo... Assuma o seu desejo... O paralitíco precisou assumir o seu desejo.
Levanta, anda, viva. Foi a voz imperativa do Mestre dada a esse homem que se colocou de pé. Jesus te disse: levanta, anda e viva.
Assumir nosso desejo é admitir a nossa miséria, pois ao assumirmos que não temos e desejamos, mostramos o que somos, o que não temos e desejamos. Neste sentido, assumimos que não somos deuses e somos seres faltantes. Só Deus não precisa desejar, embora deseje e tenha sonhos para nós.
Muitos desejos corretos hoje são taxados de pecado, mas aos olhos de Deus são desejos puros. Assim, muitas religiões são castradoras e castram todos os desejos dos outros. Eu digo, a Igreja Católica diz que você tem o direito sagrado de desejar.
Amado(a), cuidado com o que você deseja, pois você pode obter o que anseia, e fique atento para não ficar escravo do teu desejo.
Jesus salvou esse moço e devolveu a ele o desejo de desejar. VOCÊ PODE DESEJAR! Não sei para você, mas para mim isso é libertador.
Deseje... Deseje viver... Deseje a vida... Deseje... Deseje...Deseje...

O primeiro passo para o desejo é querer o que você deseja. O segundo passo é fazer algo por você mesmo. A terceira atitude é não culpar os outros pelos nossos fracassos, a quarta iniciativa é acreditar que uma pessoa pode cuidar de você... Você mesmo! O quinto passo para o desejo é não ser refém de ninguém e o sexto é ser liberto da prisão mental que te impuseram: você pode desejar....

Juninho - Missão IDE

27
FEV

O sagrado desejo de desejar (Parte 5).

Não seja refém de ninguém!

No Evangelho de João, capítulo 5, encontramos um paralítico que não se ajuda, não se movimenta. Talvez ele não goste de si mesmo. E você?
Se você não gosta de ti quem, vai gostar?
Se você não se ajuda quem vai ajudar-te?
Os outros não são culpados da sua infelicidade, mas, muitas vezes, você mesmo é seu juiz e vítima de seu julgamento. É o juiz que se acusa e se puni. É a vítima que sofre o castigo imposto por você mesmo. Em diversas ocasiões nós mesmos somos o nosso maior algoz.
Quando o paralítico disse a Jesus que não tinha quem o colocasse na piscina, ele pensava que Jesus poderia carregá-lo até lá para esperar o movimento do anjo...Se Jesus fizesse isso, iria acentuar a dependência do paralítico para com os outros. Jesus não entra na estrututa psíquica do paralítico. Ele pergunta: "queres ser curado"?
Tu és responsável pela tua falta de fé... Não os outros. Uma vez uma pessoa me disse: "Não sou curado porque você não foi orar na minha casa"... Eu perguntei: você pediu a cura a Jesus? Não podemos ficar refém de ninguém! Existem pessoas que gostam de nos aprisionar mentalmente.
Você não quer ficar curado? Você não quer viver? Você não quer a vida? Ou você prefere o " status" de paralítico, o "status" de coitadinho?
Você tem o direito sagrado de desejar...
Desejar andar, desejar a vida, desejar a felicidade. Nenhuma pessoa, nenhuma religião ou pregador moralista, tem o direito de impor a infelicidade de ninguém.

O primeiro passo para o desejo é querer o que você deseja. O segundo é fazer algo por você mesmo, o terceiro é não culpar os outros pelos nossos fracassos, o quarto passo é acreditar que uma pessoa pode cuidar de você... Você mesmo! E o quinto é não ser refém de ninguém.

Juninho - Missão IDE 

19
FEV

O sagrado desejo de desejar (Parte 4).

Passamos a ser o espectador da cura dos outros... Isso ocorre porque paramos para a vida acontecer...

"Não tenho quem me coloque no tanque para ser curado". Não sou curado mas a culpa não é minha. Ninguém gosta de mim... Ninguém cuida de mim... Ninguém olha para mim... Coitadinho de mim...
De vez em quando você pergunta para alguém: "Como você está"? A pessoa responde: "Não estou bem... a(o) fulana(o)... me prejudicou"!
Estamos sempre procurando culpados pelos nossos fracassos. Se você não é feliz, grande parte da culpa é sua. Muitas vezes levamos vantagens em sermos infelizes, temos ganhos secundários, e com isso as pessoas sentem compaixão de nós, e passam a nos ajudar. Mas, será que realmente nós precisamos disso?
Nesse sentido, nos tornamos os excluídos dos excluídos... Passamos a ser o espectador da cura dos outros... Isso ocorre porque paramos para ver a vida acontecer... Ficamos vendo os outros mergulharem no tanque e serem curados... Ficamos a observar as pessoas mergulharem na felicidade e permanecemos infelizes criticando a felicidade dos outros. Não nos alegramos e não queremos que o outro se alegre.
Agora, cuidado! Muitos tomam sorvete de morango e se lambuzam com o sorvete, porque não gostam de ver outras pessoas se lambuzando com o sorvete. Cuidado com o radicalismo, e com o fundamentalismo de alguns pregadores... Recordo-me de um homem que pregava para sua comunidade um jejum muito austero, e no meio do jejum de quarenta dias de carne foi surpreendido comendo lanche às escondidas na padaria. Fico pensando... Quantos anos ele obrigando sua comunidade a fazer esse jejum e ele comia e se banqueteava às escondidas. Muitos se divertem com a vida e castram você de viver a sua.
Amado, desejo que realmente tenha uma pessoa que cuide de você: pelo menos você. E você? Tem ao menos uma pessoa para cuidar de você??? Pelo menos você?

O primeiro passo para o desejo é querer o que você deseja. A segunda condição é fazer algo por você mesmo. O terceiro passo é não culpar os outros pelos nossos fracasso e o quarto é acreditar que uma pessoa pode cuidar de você... Você mesmo!

Juninho - Missão IDE

15
FEV

O sagrado desejo de desejar (Parte 3).

O primeiro passo para o desejo é querer o que você deseja. O segundo, é fazer algo por você mesmo e o terceiro é não culpar os outros pelos nossos fracassos.

Junto à beira da piscina de Betesda, enfermos se acotovelam, pois de tempos em tempos o anjo do Senhor desce, e o primeiro enfermo que tocar na água agitada pelo anjo é curado. Lá está um paralítico acamado há trinta e oito anos. Enquanto isso fica observando muitos doentes que passam por ele, buscando cada um, a sua cura. É cada um por si. Ele não tem ninguém para colocá-lo ali. È a espiritualidade do egoísmo, pois não tem um religioso para colocá-lo na piscina.
Jesus se aproxima e pergunta se ele quer ser curado e ele responde: "Não tenho ninguém que me ponha no tanque, para ser curado". O que ele está dizendo, em outras palavras: Não sou curado, ,as não tenho culpa. A culpa é do outro que não me coloca no tanque. A mim cabe esperar um milagre do céu.
Que contradição! Ele está no lugar onde os milagres acontecem, mas quando Jesus pergunta se Ele quer ser curado, ele deveria responder: SIM!
Mas respondeu: " eu não tenho ninguém..."
Às vezes vamos aos lugares certos em busca da benção. Vamos à igreja, oramos ao Senhor, mas nossa postura é negativa. Os nossos olhos estão voltados para aqueles que não nos ajudam. Pedimos ajuda do céu, mas olhamos para os homens. Olhar para aqueles que não nos ajudam não vai resolver nosso problema. Culpá-las também não é a solução. Culpamos nosso marido pelos problemas do nosso casamento, culpamos nossos pais por cursarmos uma faculdade que não foi do nosso agrado. O que adianta isto? Não vai resolver o nosso problema.

O primeiro passo para o desejo é querer o que você deseja. O segundo, é fazer algo por você mesmo e o terceiro é não culpar os outros pelos nossos fracassos.

Juninho - Missão IDE

10
FEV

O sagrado desejo de desejar (Parte 2).

É sempre Jesus que toma a iniciativa, Ele nos amou primeiro.
Jesus se movimenta em direção a um homem que estava paralisado, há trinta e oito anos, junto ao tanque de Betesda. È sempre Jesus que toma a iniciativa, Ele nos amou primeiro.
Há trinta e oito anos esse homem não se mexia, nem abria a sua boca para pedir a cura. Às vezes estamos tão paralisados, que nós não abrimos a boca nem para nos defender. A paralisia nos deixa mudos! Somos vítimas da nossa falta de coragem.
Nessa passagem do Evangelho o paralítico não faz o menor esforço para receber a cura, e se   não é curado a culpa é do outro! Veja o que ele diz: " Não tenho ninguém que me ponha no tanque. Quando a àgua é agitada, outro já desceu antes de mim". Ele esperou sempre do outro!!!
Às vezes não temos o que desejamos por que esperamos que o outro faça algo por nós, e que talvez ele não vá fazer, e nem tem obrigação de fazê-lo.
Amado(a), tem coisa que o outro não vai fazer por você não por que ele seja mal, mas porque é para você fazer por você!!!

O primeiro passo para o desejo é querer o que você deseja, o segundo é fazer algo por você mesmo. Você quer o que você deseja? Foque nesse objetivo e vá à luta.


Juninho - Missão IDE
08
FEV

O sagrado desejo de desejar (Parte 1).

Você tem um direito que é sagrado: "o de desejar", "de sonhar". Nessa vida muitas coisas são, e foram tiradas de você.

Não deixe que tirem de você o direito de sonhar. Não permita que ninguém castre os seus sonhos.
No Evangelho de João, Jesus subiu ao templo para orar, e lá, Ele encontrou um homem que há trinta e oito anos não se movimentava, e, além disso, não tinha a menor iniciativa para sair dessa situação. Ele estava conformado com sua paralisia. Quantas vezes nós também nos conformamos com a nossa falta de iniciativa, aceitando apenas aquilo que a vida nós dá. Amado, a nossa falta de atitude pode ser o nosso maior obstáculo.
Nesse episódio, Jesus toma a iniciativa, e se aproxima do paralítico perguntando: " Queres ficar curado"? Queres se movimentar? Queres movimentar sua vida? Queres fazer a vida acontecer? Queres ficar livre?
E você, quer se movimentar, quer se mexer? A vida está pulsando lá fora!!!

O primeiro passo para o desejo é querer o que você deseja...


Juninho - Missão IDE

PAI NOSSO

Pregador: Juninho

DEZ
31

/
09:00 h
Todos os direitos reservados © - 2011 - www.missaoide.com.br